Academia e SAP Concur realizam workshop com clientes e parceiros

|

Profissionais de viagens e eventos corporativos estão sempre enfrentando desafios e, muitas vezes, se deparam com imprevistos. Situações inesperadas que exigem um jogo de cintura em cima de algo já planejado. Nessas horas, é preciso lidar com as incertezas e fazer acontecer do melhor jeito possível.

Emerson Souza
Rodrigo Murad, da SAP Concur, entre Viviânne Martins e Patricia Thomas, da Academia de Viagens Corporativas
Rodrigo Murad, da SAP Concur, entre Viviânne Martins e Patricia Thomas, da Academia de Viagens Corporativas
Foi com este sentimento de positividade que a Academia de Viagens Corporativas – das diretoras Patricia Thomas e Viviânne Martins –, em parceria com a SAP Concur, encarou a notícia de que o SAP Concur Fusion, evento que seria realizado em Orlando, na Flórida, nesta semana, dos dias 9 a 12 de março, foi cancelado devido à disseminação do coronavírus que vem preocupando indústrias de todo o mundo.

As empresas, com o apoio dos patrocinadores American Airlines, Copa Airlines, Gol, HRS e Universal Orlando Resort, levariam, pela segunda vez consecutiva, uma delegação de 25 participantes, entre brasileiros, argentinos, mexicanos e colombianos, para participar do encontro mundial de tecnologia voltado ao setor de viagens corporativas.

A solução encontrada? Não deixar abalar, fazer do limão uma limonada e realizar um dia de workshop no Pullman São Paulo Vila Olímpia, encerrado com um jantar de descontração, para promover o networking, troca de experiências e conhecimento entre clientes convidados e fornecedores.

Emerson Souza
Patricia e Viviânne fizeram do limão uma limonada e trouxeram um dia de conteúdo e networking
Patricia e Viviânne fizeram do limão uma limonada e trouxeram um dia de conteúdo e networking
“Foram seis meses de preparo com os parceiros, uma operação grande, por tudo que queríamos fazer em termos de conhecimento. Ano passado extraímos muita coisa do evento, fizemos um trabalho grande de coleta de dados, juntamente com a SAP Concur. Tivemos um impacto, testamos nossa vulnerabilidade com essa notícia, mas resolvemos fazer esta reunião como forma de acolhimento, para os clientes fazerem benchmarking e conhecerem o que os parceiros haviam preparado com todo carinho para apresentar na viagem", afirma Viviânne

Em poucos dias, foi possível organizar um encontro dinâmico, com conteúdo direcionado e proveitoso, reunindo parceiros e convidados. E foi essa mensagem que a Academia quis passar: que, na hora do caos, é preciso tirar o melhor dele. Usar o dia para conhecer os produtos dos parceiros, as pessoas que estariam presentes na delegação. Reunir os atores da viagem e promover momentos de interação e acalento.

"A delegação cresceu bastante do ano passado para este, quase dobrou. Decidimos aproveitar esta semana com as necessidades e perguntas das empresas inscritas na viagem. Mantivemos a chance de criar uma comunidade de companhias que trabalham e são parceiras SAP Concur, mantendo essa ligação com os clientes", diz o diretor de Marketing da SAP Concur, Rodrigo Murad.

PARCEIROS
A viagem estava sendo organizada com o apoio da American Airlines, Copa Airlines, Gol, HRS e Universal Orlando Resort, abrangendo diferentes elos do setor de viagens e eventos corporativos. Durante o workshop, cada uma das empresas apresentou seus diferenciais e opções a clientes corporativos. Confira a seguir:

Emerson Souza
Parceiros da delegação brasileira fizeram apresentações de seus produtos e diferenciais
Parceiros da delegação brasileira fizeram apresentações de seus produtos e diferenciais
A SAP Concur manterá, durante esta semana, uma agenda para ajudar os usuários a minimizarem os impactos da adoção da tecnologia, auxiliando na experiência. A empresa de tecnologia voltada a viagens corporativas está promovendo também o relacionamento entre os clientes, por meio de webinars, aproximando um usuário do outro, para que eles possam trocar experiências, ideias e cases, focando sempre no conceito de comunidade.

A American Airlines apresentou seus benefícios aos passageiros corporativos, como o check in prioritário e o flagship dining, restaurante presente em alguns aeroportos para que o viajante possa jantar antes de embarcar, podendo descansar durante o voo. A aérea também tem como foco a sustentabilidade, com atualização da frota, visando aeronaves mais eficientes, redução de plástico, de gasto de combustível e renovação de energia.

Já a Copa Airlines tem como grande fortaleza na América Latina a capilaridade e quantidade de voos servidos por meio do hub no Panamá. Com um índice de pontualidade próximo a 90%, a área de conservação da natureza também é de extrema importância para a companhia. Cerca de 785 toneladas de seus materiais são reciclados e os equipamentos são constantemente trocados em busca de mais eficiência. Com forte posicionamento no lazer, a aérea vem se posicionando cada vez mais no setor corporativo.

Há quase 20 anos, a Gol surgiu no Brasil, revolucionando o mercado de aviação no País com a proposta de não emitir bilhetes. Hoje, aposta fortemente e cada vez mais na tecnologia, com recursos aos passageiros, como geolocalização no aplicativo, possibilidade de antecipação de voo, selfie check in, TV ao vivo a bordo, entre outros.

A indústria de hotelaria corporativa vem passando por diversas evoluções com a tecnologia tendo um forte papel nessas transformações. A digitalização e a inovação precisam fazer parte da vida do viajante corporativo, principalmente pelo modelo e legado já criados pelas companhias aéreas. Neste sentido entra a distribuição do conteúdo de hotéis e a tecnologia da HRS, que se posiciona como uma plataforma de serviços. Olhando o processo do início ao fim, seu objetivo é fazer com que as áreas de viagem das empresas tragam performance.

Um dos maiores complexos de entretenimento do mundo, a Universal Orlando Resort oferece espaços e opções para Mice, entregando serviço e diversão às companhias. Com hotéis que podem abrigar eventos de pelo menos 9 mil pessoas, a empresa pode customizar programas que vão de 20 a 20 mil participantes, fechando áreas temáticas dos parques, oferecendo flexibilidade de acordo com budget e necessidade.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA