Investir em tecnologia será essencial na retomada dos eventos

|

Desde que a pandemia causada pelo novo coronavírus chegou ao Brasil, mais de 20 eventos, entre congressos de diversas áreas, shows, encontros científicos e feiras, foram cancelados no País no primeiro semestre.

Dreamstime
Recursos tecnológicos serão fundamentais para trazer soluções que humanizem os novos tipos de encontros
Recursos tecnológicos serão fundamentais para trazer soluções que humanizem os novos tipos de encontros
O impacto financeiro por tais adiamentos e cancelamentos ainda não pode ser mensurado pelas empresas organizadoras, mas algumas tendências apontam novos rumos para o setor, como um jeito diferente de reunir pessoas e informações, cujo caminho passa pela tecnologia.

"Acreditamos que pós pandemia irá aflorar uma necessidade de troca humana. Pelo lado pessoal, para celebrar o fim do isolamento social e a vida. Em uma visão corporativa veremos a necessidade real da volta do networking, da troca de conhecimento ao vivo e das relações e discussões presenciais sobre novas teses e tendências. Essa retomada deve ser gradual e trazer uma mudança fundamental nos eventos e congressos”, diz a diretora da Havas Creative Tours, Rachel Havas.

Rachel acredita também que haverá mais encontros híbridos, com uma mistura presencial e virtual, onde o investimento em tecnologia será fundamental para trazer soluções que humanizem estes encontros, como por exemplo participação de palestrantes via holografia.

Para a executiva, sair na frente ao investir no entendimento do impacto do uso dessas tecnologias, nos valores, no treinamento das equipes e propor aos clientes novos formatos de pensar e realizar eventos pode ser um caminho para ampliar negócios e para que, em breve, as empresas retomem seu crescimento.

"Assim, teremos certeza de que as novidades que precisam ser apresentadas ao mundo serão feitas para o maior número de pessoas possível, com segurança de dados, empatia e conforto para todos", afirma.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA