Avipam e HRS selam parceria para tecnologia de leilão em hotéis

|

Uma tecnologia pode deixar os serviços Avipam mais afiados, graças a uma nova aplicação de diárias recém-lançada pela HRS. A promessa é gerar uma economia de até 30% aos clientes da agência. O Intelligent Sourcing é um sistema de análise de dados que monta um portfólio de hotéis com base no perfil do viajante em questão, conforme explica o diretor financeiro da Avipam, Humberto Batista.

"Nosso cliente, caso opte por utilizar a ferramenta HRS, passa a demanda para nós e, posteriormente, eu passo a informação à HRS de quais hotéis são os mais utilizados e ela entra em contato com o hotel para disponibilizar sourcing para ele fazer a oferta. A partir dessa seleção prévia da HRS, que é feita a partir de informações como data de viagens e os lugares onde aquele perfil normalmente fica hospedado, o cliente tem diante dele, seguramente, a melhor tarifa."

Emerson Souza
O diretor financeiro da Avipam, Humberto Batista, e o diretor da HRS para América Latina, Alexandre Oliveira
O diretor financeiro da Avipam, Humberto Batista, e o diretor da HRS para América Latina, Alexandre Oliveira

De acordo com o executivo, a parceria inclui hotéis no Exterior e é de exclusividade por dois anos. "Clientes globais, como a Philips, também têm. Mas de TMCs, apenas nós."

Do lado dos hotéis, a vantagem de usar o sistema está na transparência da cotação. "Supondo que foi aberto um bid com cinco hotéis em São Paulo. O ofertante vê sua oferta em relação aos demais, mas não vê quem são os demais. Ele vê sua posição e pode decidir ser mais agressivo e baixar o preço, caso seja estratégico em seu mercado", explica Batista.

Para a HRS, a parceria é bem-vinda também pelo fato de mostrar seu verdadeiro papel no mercado brasileiro, como lembra o diretor de América Latina da HRS, Alexandre Oliveira.

"Para nós, a parceria com a Avipam é fundamental. Não tínhamos um modelo comercial e técnico para trabalhar com as agências. Éramos vistos como competidor. Mas à medida que fomos nos expandindo, ficou claro que o ecossistema não funcionar sem a coordenação dos serviços feitos pelas agências. Os clientes precisam disso, e por isso passamos a investir em tecnologias para se conectar ao sistemas que as agências usam, e investir em modelo comercial.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA