Mais satisfação do viajante com menos orçamento. Como equilibrar essa equação?

|


Dreamstime

Com base em uma análise de dados relacionados a reservas de voos, hotéis e produtos adicionais ou ancillaries processados nas plataformas Sabre, a empresa realizou, juntamente com a Egencia (agência de gerenciamento de viagens corporativas da Expedia), uma análise para que as companhias possam oferecer melhor suporte aos viajantes corporativos, dando destaque às políticas de viagem e aos benefícios mais relevantes.

Intitulada "O ano do viajante corporativo: quatro dicas baseadas em dados para auxiliar os viajantes corporativos frequentes em 2017", a publicação conjunta leva em conta meios de simplificar a experiência de todos os viajantes frequentes por meio de pouquíssimas atualizações nos programas de viagem. “Hoje, os dados estão definindo uma nova era em gestão de viagens. Empresas inteligentes podem usar estes insights de um modo mais criativo para fortalecerem seus programas corporativos, ao mesmo tempo em que tornam as viagens mais produtivas e, os viajantes, mais satisfeitos", afirmou o presidente interino da Sabre Travel Network, Wade Jones.

Confira abaixo quais são as dicas para manter a satisfação dos viajantes corporativos:

Prepare a base

Pequenas mudanças de hábitos em viagens podem significar grandes economias no decorrer do ano, especialmente no que diz respeito à antecedência com a qual os viajantes fazem suas reservas. Em recente relatório anual sobre o estado da indústria de viagens aéreas, a Expedia e a Airlines Reporting Corp. descobriram juntas que as melhores ofertas de passagens aéreas podem ser encontradas com 21 dias ou mais de antecedência.

Priorize benefícios
De acordo com os dados coletados sobre merchandising e pesquisas de aéreo do Sabre, os serviços adicionais adquiridos com maior frequência nas Américas do Norte e Latina, Europa e região Ásia-Pacífico, são os passes fast-track e assentos pré-reservados. Quando negociam com seus fornecedores, as empresas deveriam incluir estes serviços em seus contratos. Viajantes corporativos frequentes (road warriors) altamente produtivos apreciarão a flexibilidade e a conveniência que estes incentivos trazem.

Minimize interrupções
Segundo análise de itinerários aéreos do Sabre, os aeroportos de Chicago O’Hare International Airport (ORD), La Guardia Airport (LGA), John F. Kennedy International Airport (JFK) - todos nos Estados Unidos -, Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (CGH), e London Heathrow International Airport (LHR), em Londres, são alguns dos mais utilizados por viajantes corporativos, e os mesmo aeroportos tendem a ter mais atrasos. Sendo assim, as empresas podem ajudar os viajantes corporativos a minimizarem os transtornos causados por atrasos, incluindo-os em um programa global de acesso a salas vip.

Simplifique o processo de reservas e gestão de viagens
Cerca de 80% dos viajantes corporativos do mundo todo preferem fazer suas reservas por conta própria, incluindo road warriors que buscam utilizar tecnologia para autoatendimento no gerenciamento de suas viagens. Esta é uma oportunidade para gestores de viagem incorporarem aplicativos móveis às suas políticas e estimularem o viajante a baixá-los a partir de sua TMC ou de seus provedores preferenciais
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA