GBTA pede por abordagem única aos governos do G7

|

A GBTA está convocando os líderes mundiais dos países do G7 para liderar as conversas para um retorno seguro das viagens internacionais, com o objetivo de impulsionar a recuperação econômica global.

Dreamstime
GBTA pede por abordagem única aos governos do G7
GBTA pede por abordagem única aos governos do G7
Aviação e viagens a negócios são fatores críticos para o sucesso da economia global e das relações internacionais. Conforme a pandemia de covid-19 se desenrola, uma abordagem internacional para padrões reconhecidos é crucial para reiniciar as viagens.

Para reiniciar os deslocamentos corporativos internacionais, a entidade está pedindo que os governos tomem medidas imediatas para alinhar como os certificados de saúde para resultados de testes e vacinas contra a covid-19 serão credenciados e mutuamente reconhecidos pelas autoridades do país em todo o mundo.

“Definir uma estrutura acordada internacionalmente para a regulamentação de certificados de saúde digitais seguros e confiáveis removerá a complexidade para viajantes e companhias aéreas e acelerará o retorno seguro de viagens internacionais a trabalho. Facilitar uma estrutura global de viagens é uma oportunidade para os países do G7 mostrarem liderança enquanto defendem o comércio internacional e o crescimento econômico”, diz a CEO da associação, Suzanne Neufang.

Além disso, para reforçar a necessidade de uma abordagem universal única – assim como as alianças Oneworld, SkyTeam e Star Alliance estão pedindo –, a última pesquisa da GBTA revela que três em cada quatro compradores consideram que a emissão de certificados de saúde de covid-19 pelo governo é "muito eficaz" ou "eficaz" no auxílio ao reinício das viagens corporativas.

A União Europeia está finalizando uma estrutura para que os Estados membros sigam um único conjunto de regras e protocolos. Países, empresas e outras organizações já estão desenvolvendo plataformas e aplicativos, mas o fator crítico é que os governos devem concordar sobre o que será mutuamente reconhecido para viagens internacionais.

O objetivo do G7 deve ser chegar a um acordo sobre uma abordagem comum para:

  • Verificação e compartilhamento de certificados de saúde entre os países
  • Garantir que esses certificados fluam perfeitamente para os processos existentes realizados por companhias aéreas e forças de fronteira em todo o mundo.

A indústria global de viagens a negócios está comprometida em encontrar uma posição comum tanto no nível de empresa individual quanto por meio de um envolvimento mais amplo de associações da indústria. Por isso, os governos precisam apoiar esses esforços e chegar a um acordo sobre uma abordagem comum.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA