Apps de mobilidade já representam 68% do transporte corporativo nos EUA

|

Divulgação
Apps de mobilidade lideram transporte terrestre estadunidense
Apps de mobilidade lideram transporte terrestre estadunidense
Um novo relatório do provedor de software de gerenciamento de despesas Certify revelou, em números, o quanto os aplicativos de mobilidade já dominam o mercado corporativo. O estudo, divulgado nesta semana, apontou que 68% do gasto total de transporte terrestre nos EUA em 2017 correspondia a algum app de de transporte, cujos principais representantes, ao menos no país norte-americano, são Uber e Lyft. Em comparação, a porcentagem em 2016 foi de 56%, um aumento de 12 pontos percentuais.

Nomeado Spendsmart, o relatório apontou ainda o Uber como líder disparado no segmento: 56% das despesas de transportes terrestres foram pelo aplicativo.
Por outro lado, o Lyft, que vem em uma crescente desde meados de 2017, foi a que mais cresceu: saltou de 4% para 12% dos gastos, triplicando seu share do mercado corporativo norte-americano.
Lyft
Lyft triplica share do mercado coprorativo em um ano
Lyft triplica share do mercado coprorativo em um ano

A comparação do total dos gastos apenas com apps mostra a subida do Lyft frente ao Uber. No último trimestre de 2015, representava apenas 3,87% do mercado, contra os 96,13% dominados pelo Uber; no quatro trimestre de 2017, a porcentagem do Lyft subiu para 18,2%, contra 81,8% do Uber.

Os demais meios de transporte terrestre apresentaram queda. Os taxis, que representaram 11% do share corporativo de transporte terrestre em 2016, ficaram com apenas 7% em 2017; já o aluguel de carros caiu de 33% para 25%.

UBER É MAIOR FORNECEDOR CORPORATIVO EM NÚMEROS

De todos os gastos corporativos de 2017, o Uber foi a empresa que mais recebeu pagamentos: 9% de todas as despesas e recibos emitidos por viajantes foi fruto da empresa, aumento de três pontos percentuais em comparação a 2016. Em seguida aparecem Starbucks, Delta, Amazon e American Airlines, cada um com cerca de 4% dos recibos totais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA