PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Veja o crescimento de eventos e congressos em 55 anos

A Associação Internacional de Congressos e Eventos (ICCA) divulgou um relatório que analisou os números relacionados ao mercado das reuniões corporativas ao redor do planeta e constatou que, desde 1963, quando a associação foi fundada, o crescimento do segmento foi contínuo, ultrapassando a marca de 65 mil eventos de negócios no último ano. O estudo foi elaborado como parte das comemorações de 55 anos da associação.

IHG
Apesar do crescimento vertiginoso, tamanho das reuniões diminuíram nos últimos anos
Apesar do crescimento vertiginoso, tamanho das reuniões diminuíram nos últimos anos
De acordo com o levantamento, entre 1963 e 2013, o número de reuniões realizadas pelos associados dobrou a cada dez anos. Já a partir de 2013, a curva de crescimento diminuiu ligeiramente seu ângulo, mas seguiu avançando de maneira sólida. A quantidade de participantes aumentou, assim como a frequência dos eventos, porém, o tamanho das reuniões mostrou certa redução nos últimos anos.

“Os resultados demonstram como novas possibilidades estão sempre se abrindo para nossa indústria e que o crescimento é contínuo. Para garantir a longevidade do setor, devemos nos adaptar aos desafios que o rápido desenvolvimento econômico e social trarão no futuro”, comentou a presidente da ICCA, Nina Freysen-Pretorius.

Entre 1963 e 1967, cerca de dois milhões de pessoas participaram de reuniões do segmento, enquanto no período entre 2013 e 2017 este número subiu para 25 milhões de participantes. Nos mesmos últimos cinco anos, a Europa foi responsável por 53,6% do market share, seguida pela Ásia (18,5%), América do Norte (11,7%), América Latina (9,6%), África (2,9%), Oceania (2,5%) e Oriente Médio (1,1%).

Divulgação
Nina Freysen-Pretorius, presidente da ICCA
Nina Freysen-Pretorius, presidente da ICCA
Os Estados Unidos lideraram o ranking de eventos, com mais de cinco mil realizados entre 2013 e 2017. Alemanha, Reino Unido, França, Espanha, Itália, China, Japão, Holanda e Canadá completaram o top dez. Já o Brasil, com 1.422 encontros, ficou com na 11ª colocação, representando 2,2% do total mundial.

Apesar da posição de destaque, o Brasil não teve nenhuma cidade entre as 20 que mais receberam eventos. A liderança deste ranking ficou com Paris, capital francesa, com mais de mil eventos relacionados à ICCA nos últimos cinco anos.

Viena, na Áustria, Berlim, na Alemanha, Londres, na Inglaterra, e Barcelona, na Espanha, completaram as cinco primeiras posições. Buenos Aires, na Argentina, foi a única representante da América do Sul, ocupando o 20º lugar, com mais de 500 congressos ou similares.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA