Avanço da tecnologia e millennials impactam na gestão de viagens

|

A globalização, a crescente força de trabalho dos millennials e a disrupção entre fornecedores são novas tendências que deverão ter um impacto significativo no setor de viagens a negócios, de acordo com pesquisa da GBTA em parceria com a Cvent. O papel do comprador de viagens é cada vez mais global e passa das viagens às compras. Com foco crescente na segurança dos viajantes e na implementação de tecnologia, novos desafios foram criados para o setor.

Unsplash
A crescente força de trabalho dos millennials e avanço da tencologia impactam na gestão de viagens corporativas
A crescente força de trabalho dos millennials e avanço da tencologia impactam na gestão de viagens corporativas
"À medida em que a indústria continua evoluindo, impulsionada pelo aumento da globalização, alterações nas leis de privacidade e segurança de dados e disrupção e fragmentação de fornecedores, uma coisa que permanece certa é que as mudanças na função do gestor de viagens continuarão a acelerar”, afirma o diretor executivo da associação, Scott Solombrino.

Segundo o levantamento, os travel managers podem estar confiando demais na tecnologia como um agente da mudança, em vez de fazer escolhas estratégicas para agir diante das transformações. Com a dependência do setor nos recursos tecnológicos para gerar resultados de negócios, cria-se um ponto de inflexão onde os gestores enfrentam uma série de desafios e precisam repensar abordagens fundamentais para a gestão dos programas de viagens.

O relatório aponta que 70% dos respondentes afirmam esperar gastar mais tempo avaliando ou implementando novas tecnologias nos próximos cinco anos. Quase três quartos (73%) dos buyers dizem que o aumento do desenvolvimento tecnológico está afetando significativamente seu papel, com 42% tendo um efeito moderado a muito forte.

No entanto, apesar do forte impacto, muitos compradores não mudaram suas políticas de viagens em resposta aos avanços tecnológicos, com 32% relatando tal fato. Isso se compara a 54% dos compradores que fizeram alterações nas políticas em relação a questões de segurança.

A ascensão dos millennials e o avanço da tecnologia passa a ter um peso significativo na maneira como os gestores gerenciam os deslocamentos de seus funcionários. Diante disso, os profissionais precisam ter essas mudanças esclarecidas e saber que é possível enfrentar o desafio e oferecer o melhor serviço possível aos seus clientes finais – os viajantes corporativos.


*Fonte: GBTA

conteúdo original: https://bit.ly/2kvBb3m
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA