Lacte: "Maioria das empresas não sabe onde estão seus dados"

|


Emerson Souza
Roberta Volpato (advogada), Priscila Bratefixe (advogada), Carlos Caetano (PCI), Fernanda Vicente (SAP) e Fernando Campos (Flytour) participaram do debate no Lacte
Roberta Volpato (advogada), Priscila Bratefixe (advogada), Carlos Caetano (PCI), Fernanda Vicente (SAP) e Fernando Campos (Flytour) participaram do debate no Lacte
Segurança de dados é coisa séria, mas por mais que as empresas saibam disso, não tomam as medidas necessárias para evitar o uso de suas informações de forma incorreta.

“As empresas precisam entender que a segurança da informação não é um problema apenas do setor de tecnologia, mas envolve o negócio de forma geral. Elas disponibilizam seus dados em planilhas de excel e esquecem que eles estão nas mãos de terceiros. Toda corporação deve ter um bom programa de gestão de segurança de dados, que permita identificar ameaças por parte de terceiros, de forma alinhada com a política de viagens”, comenta o diretor regional da PCI para o Brasil e a América Latina, Carlos Caetano.

“Estamos cometendo os mesmos erros do passado, sendo que hoje já há tecnologias disponíveis para auxiliar na proteção de dados. As empresas precisam se informar mais”, destaca Caetano.

A advogada especialista em direito empresarial, Roberta Volpato, destaca a importância de as empresas lidarem com essa questão de forma abrangente. “É preciso mapear e entender como cada funcionário é impactado, identificando os riscos. Há o responsável pelo controle dos dados, mas as empresas são feitas de pessoas e essa é uma responsabilidade de todos os colaboradores", destaca a advogada.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA