SEGURANÇA

O que os buyers precisam saber sobre segurança de dados?


Dreamstime
A segurança de dados é uma prioridade para todas as empresas e, em particular, para os gestores de viagens corporativas. Mudanças nas leis de privacidade e violações de dados - juntamente com a proliferação de dispositivos móveis e tecnologias em nuvem - tornaram-se uma discussão frequente e motivo de preocupação.

À medida que as tecnologias evoluem, os canais nos quais os dados são acessados e armazenados também são impactados. O uso de smartphones cresceu a uma taxa surpreendente, com mais de quatro bilhões de usuários esperados até 2020, 1,9 bilhão a mais do que em em 2015.

As estimativas indicam que, até o final deste ano, mais de 60% das empresas terão pelo menos metade da sua infraestrutura em plataformas baseadas em nuvem. Com esse tipo de modernização, as medidas de segurança e os regulamentos precisam evoluir no mesmo ritmo para acompanhar a mudança de riscos e ameaças.

Um recente estudo realizado pelo CWT Travel Management Institute destacou a segurança dos dados como a principal preocupação de viajantes e gestores, ainda mais quando se trata de tecnologia móvel e personalização de ofertas. 83% dos gestores classificaram, na pesquisa, os riscos de segurança de dados como a maior tendência de impacto na tecnologia móvel para programas de viagens hoje.

Algumas das principais preocupações e perguntas que os compradores criaram incluem o modo como as TMCs protegem a privacidade dos dados de seus viajantes, os tipos de dados coletados por uma TMC, a forma com que os dados são usados e onde são armazenados.

VIOLAÇÃO DE DADOS - UMA AMEAÇA EM EVOLUÇÃO
Apesar do enfoque cada vez maior na privacidade de dados e na segurança da informação em todas as indústrias, invasões são muitos mais comuns hoje do que anos atrás. O New York Times, por exemplo, tinha 572 artigos relacionados a violações de dados em 2015, em comparação com apenas 125 em 2013. E enquanto os incidentes de dados e violações são, na maior parte das vezes, relacionados a pessoas com intenções criminosas, a verdadeira motivação por trás das violações pode ser mais simples do que se imagina.

Enquanto as TMCs têm obrigações legais, também são motivadas de forma ética e financeira a proteger a segurança e a privacidade dos dados do cliente e do viajante. Os buyers devem entender como seus dados são usados, quem tem posse deles em que momento e quais são as responsabilidades que eles próprios possuem, incluindo as medidas políticas, os padrões e procedimentos de proteção de dados da própria empresa, para garantir assim que os viajantes também estejam conscientes dos potenciais riscos.

Antes de tudo, é preciso ter em mente que a privacidade e a segurança dos dados são responsabilidade coletiva de todos os participantes na gestão de viagens - viajantes, clientes, TMCs e fornecedores. Todas as partes interessadas no processo devem garantir a segurança e a privacidade dos dados do cliente e do viajante, enquanto os compradores corporativos devem mitigar os riscos, associando-se a organizações que tenham conhecimento e compromisso demonstrados para proteger seus dados e ficar à frente de qualquer ameaça emergente. Trabalhando em conjunto, a indústria pode ser mais bem-sucedida para dissuadir os mal intencionados, em benefício de seus muitos clientes.


*Fonte: CWT

conteúdo original: http://bit.ly/2ooFcVk
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA