Automação completa será próximo passo em viagens corporativas

|

No segundo dia da Vila do Saber na 44ª Abav Expo Internacional de Turismo, a Arena Tecnologia recebeu um debate a respeito das tendências em gestão de viagens corporativas. A automação completa foi indicada como o próximo passo para o segmento, além da conciliação financeira entre agências e empresas.

O debate teve a participação do presidente da Abav Nacional, Edmar Bull, do presidente do Conselho de Administração da Abracorp, Rubens Schwartzman, do diretor de Tecnologia da Informação da Suzano Papel e Celulose, Augusto Cruz, e do diretor de Negócios Corporativos do Reserve, Sidney Lima Filho.
Jhonatan Soares
Sidney Lima Filho, Edmar Bull, Rubens Schwartzman e Augusto Cruz no debate promovido na Vila do Saber
Sidney Lima Filho, Edmar Bull, Rubens Schwartzman e Augusto Cruz no debate promovido na Vila do Saber
"Cada dia mais as empresas vêm percebendo que agora o foco é o bem estar do viajante", afirmou Schwartzman. Nesse sentido, ele aponta que é preciso encontrar o equilíbrio entre a satisfação do viajante e a política de viagens de cada empresa.

Para o diretor de Tecnologia da Informação da Suzano, é importante salientar que as mudanças implementadas no mercado de viagens corporativas devem ser encaradas como uma "implementação de cultura e não de sistema". Para Cruz, além da automação dos processos, é preciso transformar a empresa, trazendo novas perspectivas e fazendo com que os profissionais "não se sintam controlados, mas sim responsáveis por aquilo que estão fazendo" - o que dá autonomia aos colaboradores.

Em relação à automação, Lima também apontou que essa tendência deverá se expandir na área financeira das viagens corporativas, acabando com o "gargalo" que acaba existindo nesse aspecto específico do processo.

As inovações em viagens corporativas, de acordo com Bull, dependem da atuação dos gestores de viagens para implementar ferramentas mais transparentes e reduzir a quantidade de documentos em papel que passa pelas mãos desses profissionais. O presidente da Abav Nacional afirmou que a gestão tanto do viajante particular como a do corporativo está mudando e destacou ainda que a entidade está focada nas Abavs estaduais que, por sua vez, estão focadas nos agentes de viagens.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA