Patrocinado porEste conteúdo é criado em colaboração com um dos
nossos patrocinadores.
Delta
TECNOLOGIA

Ainda melhor: app Fly Delta agora tem mapas interativos de aeroportos

Se locomover em grandes terminais como o JFK, em Nova York, fica mais fácil com as novas funcionalidades do Fly Delta
Se locomover em grandes terminais como o JFK, em Nova York, fica mais fácil com as novas funcionalidades do Fly Delta

Grandes aeroportos podem ser impressionantes, mas também se tornam, muitas vezes, desgastantes. Quem já chegou em um terminal para fazer uma conexão com pouco tempo disponível e teve que correr por longas distâncias sabe disso, assim como aquele passageiro quer tomar um simples café mas não encontra a lanchonete em meio a dezenas de corredores e lojas de todos os tipos. Se deslocar nesses ambientes, no entanto, fica muito mais fácil quando se pode ter um mapa interativo do aeroporto no seu bolso – mais precisamente, na tela do seu smartphone.

Essa é uma das novas funcionalidades do aplicativo Fly Delta: mapas completos de vários aeroportos – incluindo todos hubs norte-americanos da aérea –, mostrando o melhor caminho para os portões de embarque, recuperação de bagagens e sinalizando onde estão estabelecimentos como cafeterias e lojas de souvernires, informando inclusive o tempo de caminhada. Tudo isso mesmo sem conexão com a internet, e integrado ao cartão de embarque do passageiro.

"Nós fomos além do padrão da indústria para integrar completamente mapas no cartão de embarque e em outras partes de nossa experiência de aplicativo. Estamos tentando antecipar quando os clientes podem querer ou precisar usar um mapa e fornecê-lo de maneira fácil e intuitiva – seja para encontrar um lounge Sky Club, um portão ou uma xícara de café”, comenta a vice-presidente de Distribuição Global e Estratégia Digital da Delta Air Lines, Rhonda Crawford.

AEROPORTOS
A nova versão do aplicativo já tem 15 aeroportos incluídos no sistema de mapas interativos – 14 norte-americanos e o internacional de Narita, em Tóquio. Veja a lista:

  • Atlanta (ATL)
  • Nova York-La Guardia (LGA)
  • Nova York-JFK (JFK)
  • Houston (LHR)
  • Minneapolis (MSP)
  • Detroit (DTW)
  • Salt Lake City (SLC)
  • Washington-Aeroporto Nacional (DCA)
  • Cincinnati (CVG)
  • Boston (BOS)
  • Los Angeles (LAX)
  • Seattle-Tacoma (SEA)
  • San Francisco (SFO)
  • Orlando (MCO)
  • Narita (Japão-NRT)
Divulgação/Delta Air Lines

Outros terminais internacionais serão incluídos até o fim da primavera norte-americana, em junho, incluindo o aeroporto brasileiro de Guarulhos. Confira:

  • Paris (CDG)
  • Amsterdã (MAS)
  • Cidade do México (MEX)
  • Xangai (PVG)
  • Guarulhos-Sâo Paulo (GRU)
Além dos mapas, o novo Fly Delta também apresenta novas ações rápidas 3D Touch. Basta tocar no ícone do app para reservar rapidamente um voo, saber o status da viagem ou fazer o check-in.

HISTÓRICO DE INOVAÇÃO
Esse é mais um capítulo da história de pioneirismo digital da Delta Air Lines, a partir do lançamento do FLy Delta em 2010. No ano seguinte, a companhia foi a primeira a oferecer remarcação de voos cancelados ou atrasados por meio de aplicativo, e a primeira a oferecer rastreamento de bagagem associado a uma reserva ou com etiquetas digitalizadas. Em 2013, o design da Delta para indicar a pré-verificação da TSA nos cartões de embarque do Apple Wallet foi adotado como o padrão da Apple de exibição dessas informações para todas as companhias aéreas e, em 2015, o aplicativo Fly Delta foi o primeiro de uma companhia aérea norte-americana a oferecer o Apple Pay.


Divulgação/Delta Air Lines
Fly Delta: um verdadeiro companheiro para o viajante frequente
Fly Delta: um verdadeiro companheiro para o viajante frequente

No ano passado, a companhia passou a usar etiquetas de bagagem RFID para rastreio de malas despachadas, permitindo aos clientes saber, com um toque no app, onde seus pertences estão durante toda a experiência de viagem.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA