Com protocolos, Expo Retomada reúne 2 mil visitantes

|

“O setor é eventos é capaz de se adaptar e oferecer todas as condições para garantir a segurança de todos os organizadores, parceiros e visitantes”, garantiu o idealizador da Expo Retomada e managing partner da Live Marketing Consultoria, Paulo Octávio Pereira de Almeida.

Com a prática dos protocolos de segurança aprovados, os dois dias de evento reuniram 40 expositores, 100 marcas e cerca de dois mil visitantes em horários escalonados. “Nós já estávamos preparados. Somos seres gregários e sociais e os eventos presenciais vão continuar acontecendo por causa disto, agora, porém, com a tecnologia dos eventos híbridos a nosso favor”, disse Almeida.

Divulgação
Paulo Octávio Pereira de Almeida, idealizador da Expo Retomada: estamos prontos
Paulo Octávio Pereira de Almeida, idealizador da Expo Retomada: estamos prontos
Ao todo, nove painéis discutiram assuntos relevantes, como impacto econômico das feiras e eventos, novos formatos, tecnologia, inovação na cenografia, novos protocolos nas montagens, tendências e impactos na entrega dos eventos, mobilidade corporativa, impacto da malha aérea, futuro dos eventos e resultados pós-crise.

Além do conteúdo, a Expo Retomada contou ainda com uma área reservada para a exposição de diversas novidades e inovações para o novo modelo do setor de eventos de negócios. Entre elas, um robô para desinfecção de superfícies e ar, que emite luz ultravioleta germicida, uma solução em transfer de visitantes com protocolos específicos de higiene e distanciamento, e soluções em A&B adaptadas com embalagens individuais higienizadas.

Divulgação
Evento reuniu 40 expositores e 100 marcas nos últimos dias 14 e 15
Evento reuniu 40 expositores e 100 marcas nos últimos dias 14 e 15
SEGURANÇA

A aplicação de protocolos de segurança foram o ponto alto da Expo Retomada, concebida para ser um modelo de evento para a realidade pós-pandêmica. Ainda na entrada, marcações no piso e corredores largos mostraram o distanciamento necessário em caso de fila para passar as catracas. Totens com escaneamento de temperatura e álcool gel também foram dispostos antes das catracas.

No acesso, a leitura por QR Code direto pelo celular do visitante, sem intervenção humana. Dentro do evento, um painel também fazia o controle térmico por aproximação.

Toda a planta, desde a montagem dos estandes até o distanciamento das cadeiras da plateia, foi projetada para proporcionar o distanciamento necessário entre os participantes. A visitação também foi planejada e dividida em dois grupos por dia, respeitando o máximo de 5% de capacidade do pavilhão do São Paulo Expo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA