Concessão de Congonhas deve ter pista única como requisito

|


Emerson Souza
Aeroporto deve passar por grandes mudanças de operação
Aeroporto deve passar por grandes mudanças de operação
Uma das exigências para a concessão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, é uma grande reforma, que transformará as duas pistas existentes em apenas uma central, e as obras custariam mais de R$ 1 bilhão. As informações foram divulgadas pelo jornal Valor Econômico, que revelou os planos de uma mudança significativa nas operações do aeroporto da capital paulista.

Leia também:
Secretário de Aviação prepara concessão de 12 aeroportos

Procurada pelo Portal PANROTAS, a Secretaria de Aviação Civil disse que “as questões relacionadas aos investimentos e a concessão do Aeroporto de Congonhas serão tratadas após a elaboração dos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA) do terminal”.

Ainda na resposta, a secretaria explicou que os estudos serão iniciados no segundo semestre de 2020, após a realização da sexta rodada de concessões aeroportuárias. Um problema seria a necessidade do aeroporto fechar durante as obras.

De acordo com a reportagem do Valor, a pista única teria cerca de 2 mil metros, saídas rápidas para taxiamento e concreto poroso, que seria responsável por reforçar a segurança em freadas súbitas. Dessa maneira, o número de slots também deve aumentar. Nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro revelou a previsão de 23 leilões em 100 dias, sendo doze aeroportos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA