Iata é contrária à quarentena imposta em voos internacionais

|



Implementar quarentena a passageiros chegados de viagens internacionais prejudicará a indústria global de aviação, afirma a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata).

Reagindo ao anúncio de países como Espanha e Reino Unido, que sugerem impor quarentena de 14 dias para passageiros chegados do Exterior por conta da pandemia de covid-19, a Iata acredita que tal procedimento tira a confiança do consumidor em viajar de avião.

Para a associação, uma abordagem global feita em camadas com base nos riscos de biossegurança é crucial para a retomada do setor. "A Iata solicita que os governos encontrem urgentemente alternativas para a quarentena na chegada de viajantes internacionais como restrição pós-pandemia", aponta comunicado.

Pesquisa da associação feita em abril com passageiros que voaram recentemente mostram que 86% dos viajantes estão preocupados ou muito preocupados em ter quarentena imposta enquanto viajam e 69% deles disseram que não viajariam se tiverem de ser submetidos ao período de quarentena obrigatório ao chegar no destino.

"Mesmo nas melhores das circunstâncias, essa crise vai custar muitos empregos e encerrar um ciclo de muitos anos de crescimento na aviação", lamenta o CEO da Iata, Alexandre de Juniac. "Para proteger a capacidade do setor de se recuperar, não poderemos prejudicar o prognóstico com medidas impraticáveis de quarentena. Precisamos de uma solução para que as viagens sejam seguras e sem maiores complicações. Essas soluções têm de ser de confiança para que os governos não se preocupem em importar o vírus. Nossa proposta é por camadas de propostas temporárias até termos vacina, passaportes de imunidade ou testes para covid-19 disponíveis em escala suficiente."

As alternativas dadas pela Iata para evitar a quarentena obrigatória são:
- Prevenção de viagens para quem tem sintomas, com checagem de temperatura e outras medidas;
- Evitar o risco de embarcar viajantes assintomáticos com gestão de governos em um robusto sistema de declaração de saúde e rastreamentos de contato.
Espanha
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA