Aeroporto de Foz segue com obras e ganhará sala VIP

|

Divulgação/Infraero
As obras no Aeroporto Internacional Cataratas, em Foz do Iguaçu (PR), seguem em ritmo acelerado. A Infraero aproveita a redução da demanda de voos para replanejar as obras, adiantando as providências para o processo de retomada do setor aéreo brasileiro. O valor do contrato é de R$ 53,9 milhões, e os recursos são oriundos de um termo de convênio firmado entre a Itaipu e a Infraero.

“As obras no Aeroporto de Foz do Iguaçu vão transformar a realidade da cidade, que poderá receber mais viajantes a cada ano e com conforto ampliado. Além disso, o aeroporto poderá receber voos diretos da Europa e dos Estados Unidos”, pontuou o superintendente do aeroporto, Joacir Araújo.

No momento, ocorrem os serviços para a ampliação do pátio de aeronaves, cujo investimento é de R$ 6,1 milhões; além da ampliação da pista de pousos e decolagens em 600 metros. Outras melhorias são a duplicação da via de acesso ao aeroporto e a implantação de ciclovia. Com investimento de R$ 6,5 milhões, as obras vão aprimorar a fluidez nas chegadas e saídas de veículos no terminal fronteiriço e garantir segurança aos ciclistas. A ampliação do terminal de passageiros foi inaugurada em fevereiro deste ano, com R$ 42,4 milhões investidos.

Para o diretor-geral brasileiro da Itaipu, o general Joaquim Silva e Luna, o apoio da Itaipu às obras que vão mudar Foz do Iguaçu e região fazem parte da missão da empresa e estão alinhadas com as diretrizes do governo federal. “Além de gerar energia elétrica de qualidade, também devemos impulsionar o desenvolvimento econômico, turístico e tecnológico, sustentável, no Brasil e no Paraguai, por isso entendi, junto com a minha diretoria, que deveríamos investir naquilo que deixasse legado”, afirmou.

SALA VIP

A Infraero publicou edital de concessão de uso de área destinada a atividade de sala de atendimento especial (Sala VIP), no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. O espaço conta com 127,34 metros quadrados e está localizado na sala de embarque doméstico, no segundo piso do terminal paranaense.

O prazo de contrato é de 36 meses a partir da assinatura com a Infraero. A licitação será realizada na forma eletrônica, em sessão pública. A abertura das propostas ocorre no dia 3 de agosto, às 9h, com início da disputa de preços às 10h. O tipo da licitação é por maior oferta e o regime de contratação é pelo preço global. O certame é aberto a qualquer empresa estabelecida no País, cujo ramo de atividade seja compatível com o objeto da licitação e que atenda às exigências do edital.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA