GRU Airport registra aumento de 70% no volume de passageiros

|

A GRU Airport registrou, nos últimos dois meses, um acréscimo na movimentação de passageiros desde a declaração de pandemia pela OMS. Em junho, foram registrados, em média, 15 mil embarques e desembarques por dia. Já em julho, a movimentação cresceu cerca de 70% no volume total de passageiros, atingindo uma média diária de 25 mil viajantes. Na primeira quinzena de agosto, o aeroporto registrou uma média de 35 mil embarques e desembarques por dia.

Divulgação
Na primeira quinzena de agosto, aeroporto de Guarulhos registrou uma média de 35 mil embarques e desembarques por dia
Na primeira quinzena de agosto, aeroporto de Guarulhos registrou uma média de 35 mil embarques e desembarques por dia
Atualmente, o aeroporto conta com voos internacionais regulares para Addis Ababa (Etiópia), Amsterdã, Asunción, Atlanta, Buenos Aires, Cidade do México, Doha, Dubai, Frankfurt, Houston, Lisboa, Londres, Madrid, Miami, Montevidéu, Newark, Paris, Santa Cruz de La Sierra, Santiago e Zurique. Entretanto, está prevista a retomada de outras rotas internacionais, bem como a ampliação das frequências em operação.

Para garantir segurança e bem-estar aos viajantes, a concessionária implementou medidas preventivas, como sinalizações indicando as regras de distanciamento social e uso de máscaras faciais, instalação de mais de 70 dispensers de álcool gel em pontos de maior circulação de pessoas, possibilidade de consultar o painel de voos por meio de QR Code para evitar aglomerações nas áreas próximas às telas informativas e aferição de temperatura nos controles de acesso aos embarques.

“Adotamos diversas medidas higiênico-sanitárias, conforme recomendações da Anvisa, para que os passageiros se sintam seguros no aeroporto. Para a retomada do setor aéreo, trabalhamos em parceria com as companhias aéreas e órgãos anuentes para proporcionar métodos seguros e eficazes para a prevenção do novo coronavírus no ambiente aeroportuário”, diz o diretor de Operações, Comandante Miguel Dau.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA