EMPRESAS

Primeiras vítimas do acidente da Lion Air são identificadas

Apesar de não haver muitas esperanças de sucesso, as buscas por sobreviventes do voo JT-610 da Lion Air, que caiu no último fim de semana, seguem a todo vapor no mar ao norte da Ilha de Sumatra, na Indonésia. Segundo informações oficiais, 24 corpos já foram recolhidos das águas e encaminhados para identificação.

Ulet Ifansasti/Getty Images
Equipes de buscas trabalham dia e noite para recolher destroços do voo JT-610
Equipes de buscas trabalham dia e noite para recolher destroços do voo JT-610
Até o momento, 168 parentes de vítimas já chegaram a Jacarta, capital do país, para a realização do reconhecimento de identidades. A Lion Air, que operava o Boeing 737 Max 8 acidentado há apenas dois meses, já começou a prestar assistência aos familiares e amigos dos passageiros.

Após decolar do Aeroporto Internacional de Jacarta, a aeronave relatou problemas técnicos e perdeu contato com o controle de tráfego indonésio após 13 minutos no ar. O avião de matrícula PK-LQP tinha como destino a cidade de Pangkal Pinang, também na Indonésia e cerca de 700 quilômetros distante da capital.

O voo JT-610 da companhia aérea asiática teria duração de aproximadamente uma hora. Foi o primeiro acidente grave envolvendo o novíssimo Boeing 737 Max 8, aeronave que fez seu voo comercial inaugural em maio 2017. Estavam a bordo 189 pessoas.


*Fonte: Lion Air

conteúdo original: https://bit.ly/2JqdBwZ
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora