Boeing 737 MAX está próximo de poder voltar a voar, mas ainda sem data

|

Flickr/Paul Thompson
Após dois acidentes e 346 mortos, o Boeing 737 Max perdeu a permissão para voar em março de 2019. Quase um ano depois, a fabricante norte-americana ainda aguarda uma certificação de voo pela Administração Federal de Aviação (FAA). De acordo com a entidade, nesta semana o avião se aproximou da aprovação, mas ainda não conta com uma data certa.

As certificações relacionadas ao software de controle de voo estavam previstas para serem concluídas pela FAA em dezembro. O presidente da associação, Steve Dickson, diz que "nós teremos mais clareza em como o processo ocorrerá após a certificação. Após a certificação, ainda precisaremos conferir itens relacionados à segurança operacional e melhoria de produtos".
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA