Fluxo de voos da Alitalia deve aumentar 60% em julho

|

Wikicommons
Os assentos oferecidos em julho crescerão 60% em relação ao mês atual
Os assentos oferecidos em julho crescerão 60% em relação ao mês atual
A Alitalia aumentará o número de voos e destinos servidos no mês de julho. A movimentação da aérea italiana vai crescer 60% na comparação com o mês atual. A projeção é ter mais de um mil voos semanais em 13 novos aeroportos domésticos e internacionais: Amsterdã, Atenas, Boston, Malta, Nice, Tel Aviv, Tirana e Tunísia e na Itália: Brindisi, Florença, Lampedusa, Pantelleria e Reggio Calabria. Voos para o Brasil ainda seguem sem previsão de retorno.

O planejamento prevê que as aeronaves da companhia viagem em 52 rotas (22 a mais que junho) para 37 aeroportos, incluindo 19 na Itália e 18 no mundo. Os assentos oferecidos em julho crescerão 60% em relação ao mês anterior.

A programação de voos da Alitalia em julho incluirá principalmente a reabertura de serviços aéreos internacionais de Milão e o aumento de voos internacionais de Roma, bem como o aumento doméstico do serviços, do norte para o sul e também para as ilhas italianas.

A partir de 1º de julho será aumentada também a frequência de voos partindo do aeroporto de Roma para Barcelona e Madri (de seis voos semanais para dois voos diários em cada aeroporto), Paris (de 20 por semana a quatro diários), Londres (a partir de 1 de julho, de quatro para seis voos por dia), Milão (de oito para dez voos diários), Bolonha, Lamezia Terme, Turim e Veneza (de dois para quatro voos por dia para cada um dos quatro aeroportos). Desde 15 de junho, o número de voos da Alitalia de Roma para Catânia e Palermo aumentou de oito para dez voos por dia em cada aeroporto servido e para Cagliari de seis para oito voos por dia.

Do aeroporto de Milão Malpensa, onde a companhia aérea continuará suas operações até a reabertura do aeroporto de Linate, a companhia retomará os serviços internacionais para Londres, Paris, Amsterdã e Bruxelas, além dos voos domésticos para Brindisi, Lamezia Terme, Nápoles, Reggio Calabria, Pantelleria e Lampedusa.

Com cerca de 750 voos semanais, a Alitalia conectará seu hub no aeroporto de Roma Fiumicino com 36 destinos domésticos e internacionais (Alghero, Bolonha, Bari, Brindisi, Cagliari, Catânia, Florença, Gênova, Lamezia Terme, Lampedusa, Milão, Nápoles, Olbia, Palermo, Pantelleria, Reggio Calabria, Turim, Veneza e, no mundo, Amsterdã, Atenas, Barcelona, Boston, Bruxelas, Frankfurt, Genebra, Londres, Madri, Malta, Munique, Nova York, Nice, Paris, Tel Aviv, Tirana, Tunísia e Zurique).

De Milão, a empresa atenderá 17 destinos domésticos e internacionais (Alghero, Bari, Brindisi, Cagliari, Catania, Lamezia Terme, Lampedusa, Nápoles, Olbia, Palermo, Pantelleria, Reggio Calabria, Roma e, no mundo, Amsterdã, Bruxelas, Londres e Paris) com mais de 350 voos semanais.

CUIDADOS ESPECIAIS
Todos os voos são operados com capacidade reduzida de aeronaves, a fim de cumprir as disposições da lei italiana sobre distanciamento social a bordo de aeronaves. As aeronaves da Alitalia são higienizadas com produtos de desinfecção de alta potência todos os dias e, graças aos filtros HEPA e à circulação vertical, o ar a bordo é 99,7% puro, como em uma sala médica estéril.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA