United Airlines acaba com taxa de remarcação em voos domésticos

|

Beatrice Teizen
O CEO da United, Scott Kirby
O CEO da United, Scott Kirby
A United Airlines anunciou neste final de semana que eliminará definitivamente, e com início imediato, algumas taxas de remarcação de bilhetes em seus voos domésticos. A partir de hoje não há mais taxa de remarcação nos bilhetes padrão das classes econômica e econômica premium (a medida exclui as tarifas basic economic, que são promocionais e com várias restrições).

E a partir de 1º de janeiro de 2021, qualquer cliente da United Airlines pode voar standby sem cobrança de taxa (hoje em US$ 75) em um voo decolando no mesmo dia de suas viagens originais, não importando o tipo de bilhete ou a classe de serviço. Segundo a United, trata-se de uma ação inédita. E os membros do MileagePlus Premier poderão confirmar um assento em um voo diferente no mesmo dia da viagem, desde que entre as mesmas cidades de partida e chegada e na mesma classe tarifária que o bilhete original.

A United também está estendendo a isenção de taxa para novos bilhetes emitidos até 31 de dezembro de 2020, para permitir mudanças ilimitadas, sem cobrança. Essa medida vale para todos os tipos de bilhetes emitidos após 3 de março de 2020 e vale para voos domésticos e internacionais.

“A mudança é inevitável nos dias de hoje, mas é como respondemos a ela que mais importa. Quando ouvimos nossos clientes sobre como poderíamos melhorar, acabar com a taxa de remarcação era o pedido número um”, disse o CEO da United Airlines, Scott Kirby, que gravou um vídeo para contar as novidades aos clientes (assista abaixo).



“Em crises passadas, as companhias aéreas tomaram decisões difíceis para sobreviver, muitas vezes às custas do serviço ao cliente. A United Airlines não seguirá esse modelo quando sairmos da crise. Em vez disso, vamos ter um enfoque completamente diferente – e olhando para novas formas de atendermos melhor nossos clientes.”

COMO FUNCIONA
A nova política de não cobrar taxa de remarcação vale para bilhetes padrão de econômica e econômica premium para viagens dentro dos 50 Estados americanos, além de Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas. Os clientes não terão limite em relação ao número de mudanças nos voos. Hoje, a taxa é de cerca de US$ 200 por mudança. A medida não vale para voos internacionais.

Além disso, a United está dando mais flexibilidade para mudanças no mesmo dia. Os viajantes poderão entrar de graça (hoje custa US$ 75) nas listas de standby e poder pegar um voo diferente do original, contanto que respeitem as mesmas cidades de origem e destino e que haja espaço no voo. Essa medida vale para voos nacionais e internacionais, a partir de 1º de janeiro de 2021.

Os clientes que quiserem mudar os voos colocarão seus nomes nos voos desejados, pelo app da United, no site da empresa ou no aeroporto, até 30 minutos antes do embarque para voos domésticos, e até uma hora antes nas operações internacionais.

A companhia também está melhorando a experiência de viagem para os associados do MileagePlus, incluindo abono de todas as taxas de redepósito para resgate de passagens para voos mudados ou cancelados mais de 30 dias antes da partida.

Já os membros MileagePlus Premier poderão confirmar um voo diferente no dia de suas viagens. A partir de 1º de janeiro de 2021, os membros MilagePlus Premier poderão confirmar um assento sem cobrança de taxa em um voo diferente com as mesmas cidades de partida e chegada do voo original e na mesma classe tarifária. A United já havia anunciado que estendeu o status dos membros MileagePlus Premier e Global Services até janeiro de 2022. A qualificação para suvir de status também foi reduzida em 50%.

Saiba mais em https://www.united.com/ual/en/us/fly/travel/change-fee.html.

Atualizado às 14h40 com os valores das taxas
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA