American Airlines adere ao fim das taxas de remarcação

|

Divulgação
Primeiro foi a United Airlines, depois a Delta, e virou tendência a não cobrança das taxas de remarcação de voos, que chegavam a US$ 200 nos Estados Unidos. A American Airlines anunciou que também está acabando com as taxas para remarcar bilhetes em voos domésticos e nos internacionais de curta distância, nas cabines Premium e na maioria das tarifas da econômica.

A partir de 1º de outubro, os clientes American também poderão entrar nas listas de standby para voos no mesmo dia anteriores aos seus, sem cobrança de taxa. A empresa também aumentou os benefícios da tarifa basic economy e para os membros AAdvantage, cujos membros elite terão os benefícios mesmo na econômica mais baixa.

“Em um mundo constantemente em mudanças, a American está decidida em proporcionar serviço para nossos clientes em todos os pontos da jornada”, disse o chief revenue officer, Vasu Raja. “Ao eliminar as taxas de remarcação, damos ao nossos clientes a oportunidade de chegar onde desejam de forma mais rápida e com a liberdade de fazer escolhas em nossa companhia”.

REMARCAÇÃO
O fim das taxas de remarcação é imediato e vale para todos os voos domésticos (incluindo Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas) e para os voos internacionais de curta duração (Canadá, México e Caribe), nas classes Primeira, Executiva, Premium Economy e Main Cabin (exclui a Basic Economy).

A American também vai permitir que os passageiros mantenham o valor total de seus bilhetes originais se fizerem a mudança antes da viagem iniciada. Os clientes terão de pagar a diferença tarifária caso a nova passagem seja mais cara, mas receberão um voucher com a diferença caso ela seja mais barata.

A mudança também se aplica aos bilhetes AAdvantage.

BASIC ECONOMY
A American agora permite que os clientes comprem produtos para melhorar a experiência na basic economy, a tarifa mais baixa da companhia. A partir de outubro, esses passageiros poderão comprar upgrades, embarque prioritário, assentos preferenciais e mudanças para o mesmo dia.

A empresa também estendeu o plano de abono de taxa de mudanças em todos os bilhetes comprados até 31 de dezembro de 2020. Os clientes devem fazer as mudanças antes da viagem e podem inclusive mudar origem e destino.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA