Boeing adotará bastão de luz UV para higienizar cabines

|

Reprodução
Hoje (22), a Boeing assinou uma licença de patente e tecnologia com a Healthe. A empresa de tecnologia fabricará um bastão de luz ultravioleta (UV) projetado para higienizar o interior de aviões. A Boeing projetou e desenvolveu o bastão de luz ultravioleta como parte da Iniciativa Viagem com Segurança que visa apoiar seus clientes e aumentar a confiança do consumidor em viagens aéreas durante a pandemia.

"O bastão de luz UV foi projetado para ser mais eficaz do que dispositivos similares. Ele desinfeta rapidamente as superfícies em um avião e reforça ainda mais outras abordagens em camadas para proteção dos passageiros e a tripulação. A Boeing passou seis meses transformando esse bastão de luz de uma ideia para um modelo funcional, e a Healthe agora vai disponibilizar esse protótipo para o mundo em geral", afirmou Mike Delaney, que lidera a iniciativa da Boeing.

A Healthe irá produzir e distribuir o bastão de luz comercial, ajudando as companhias aéreas e potencialmente outros setores a combater a pandemia do coronavírus. A tecnologia poderá estar disponível para as companhias aéreas até o final do ano. O dispositivo é um complemento às medidas de higienização e proteção já implantadas, que incluem o uso de filtros de Ar Particulado de Alta Eficiência (HEPA, na sigla em inglês), que capturam mais de 99,9% das partículas e evitam que elas voltem a circular para a cabine.

"Estamos orgulhosos de ajudar o trabalho da Boeing junto a companhias aéreas parceiras para aprimorar os esforços de higienização na cabine dos aviões. Isso também pode beneficiar escolas, hospitais, escritórios, onde quer que os patógenos estejam. À medida que aumentamos a implantação de nossas soluções de luz UVC e Far-UVC 222 de ponta em muitos setores, este novo bastão de luz de nível comercial será outra ferramenta poderosa no arsenal de higienização para proteger os passageiros contra a propagação de vírus nocivos", disse o presidente executivo da Healthe, Abe Morris.

O bastão de luz UV usa luz UVC de 222 nanômetros. Pesquisas indicam que o UVC de 222 nanômetros inativa patógenos de forma eficaz. Com o uso do aparelho autônomo, que lembra uma mala de mão, as equipes podem passar a luz ultravioleta sobre superfícies de alto contato, higienizando todos os locais que a luz alcança. O bastão UV é particularmente eficaz em espaços compactos e desinfeta uma cabine de comando em menos de 15 minutos.

Como parte da Iniciativa Viagem com Segurança, a Boeing solicitou opiniões de várias fontes do setor, o que ajudou a validar rapidamente essa tecnologia. A Etihad Airways foi a primeira a avaliar o dispositivo, e o bastão de luz de UV integrou o 787-10 ecoDemonstrator da Etihad em 21 de agosto.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA