British Airways testa passaporte de saúde digital

|

Divulgação
Hoje (29), a British Airways anunciou que começará a testar um aplicativo de saúde para viagens, o VeriFly, com clientes qualificados para viajar entre Londres e os Estados Unidos a partir de 4 de fevereiro. A aérea está trabalhando em parceria com a American Airlines, que já utiliza o passaporte digital, para testar o novo aplicativo.

O novo passaporte digital pode ser baixado para um dispositivo móvel e foi projetado para oferecer tranquilidade antes da viagem, verificando se os clientes atendem aos requisitos de entrada de seu destino, fornecendo verificação de documentos de saúde digitais e confirmando a elegibilidade. O uso do aplicativo VeriFly será opcional e os clientes também continuarão a ser capazes de comprovar que atendem aos requisitos de entrada dos EUA no check-in.

“Embora voar seja atualmente restrito, é essencial que façamos tudo o que pudermos agora para ajudar aqueles que são elegíveis para voar e se preparem para ajudar nossos clientes a enfrentar as complexidades em torno dos requisitos globais de entrada em mudança quando o mundo reabre. Continuamos focados e comprometidos em encontrar soluções amigáveis e baseadas em evidências para tornar as viagens o mais perfeitas possível. Por meio desses testes, esperamos fornecer aos viajantes e governos de ambos os lados do Atlântico as ferramentas e a garantia de que precisam para tornar possível uma viagem segura”, afirmou o CEO da British Airways, Sean Doyle.

O teste da British Airways com o VeriFly começará em 4 de fevereiro de 2021 para clientes que viajam de Londres para todas as rotas dos EUA atualmente em operação e será atualizado para garantir a conformidade com a mais recente exigência do governo do Reino Unido para uma declaração sobre o motivo da viagem assim que a companhia aérea tiver clareza sobre a legislação.

A fase dois, que se seguirá em um futuro próximo, se estenderá para cobrir os clientes que viajam dos EUA para o Reino Unido através de ambas as operadoras. Isso fará da British Airways e da American Airlines os primeiros parceiros transatlânticos a oferecer uma solução digital para clientes qualificados que voam para o Reino Unido.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA