Gol comemora resultados obtidos na gestão da crise em 2020

|


Divulgação
Paulo Kakinoff, presidente da Gol
Paulo Kakinoff, presidente da Gol
A Gol Linhas Aéreas comemora a gestão de crise e os resultados obtidos no desafiador ano de 2020. O presidente da companhia aérea, Paulo Kakinoff, diz que está orgulhoso da excelência no balanço, malha, precificação e oferta da companhia.

"Graças ao nosso fiel time de águias, assim como executivos e stakeholders, a companhia reafirma sua liderança no setor de transporte aéreo, evidenciada pela nossa capacidade de rápida adaptação e inovação diante das adversidades. Ao olharmos para o futuro, acreditamos que essa abordagem determinada e flexível levará a Gol a alcançar crescimento e sucesso ainda maiores em 2021", afirma Kakinoff.

Publicada nesta semana, a atualização mensal da Gol em relação a dezembro aponta alta de 29% no volume de voos diários em relação a novembro. A média foi de 476 voos por dia, sendo que em dias de pico a Gol chegou a voar 610 voos. Ainda em dezembro, a companhia bateu recorde de clientes transportados em único dia desde a pandemia: 89 mil.

As receitas brutas consolidadas da Gol atingiram R$ 852 milhões em dezembro e a taxa de ocupação média foi de 81%. A empresa gerou caixa líquido pelo segundo mês consecutivo, totalizando R$ 6 milhões/dia no último mês do ano. Uma evolução em comparação ao consumo líquido de caixa de R$ 3 milhões/dia que a companhia previa para esse período. No comparativo do 4T20 com o 3T20, houve crescimento de 46% na busca por passagens aéreas da Gol.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA