American investe mais de R$ 1 bilhão na Gol e aumenta parceria

|


A American Airlines e a Gol Linhas Aéreas anunciaram hoje uma nova etapa de sua parceria, que inclui investimento de US$ 200 milhões da empresa americana na brasileira (mais de R$ 1 bilhão), acordo de codeshare mais intenso e profundo, criando a maior malha entre o Brasil e os Estados Unidos, cooperação comercial entre as duas companhias, incluindo mais voos para mais destinos em ambas as empresas, e mais benefícios em 2022 nos programas Smiles, da Gol, e AAdvantage, da American, criando o maior programa conjunto de fidelidade.

A parceria entre as duas companhias foi iniciada com um codeshare em 2020 e agora se dirige a um novo patamar.
“A American Airlines é há muito tempo a empresa aérea americana líder na América do Sul e nossa parceria mais forte e intensa com a Gol solidifica essa posição de liderança, disse o presidente da AA, Robert Isom.

“Nossa malha aérea de longo curso casa perfeitamente com a forte malha doméstica da Gol. Juntas, vamos poder oferecer aos clientes voando, dentro e a partir do Brasil, acesso à maior rede com as menores tarifas e com o maior programa conjunto de fidelidade das Américas.”

A empresa americana irá investir US$ 200 milhões (mais de R$ 1 bilhão) em 22,2 milhões de ações preferenciais da Gol, com uma participação de 5,2% na empresa brasileira.

CODESHARE EXCLUSIVO
A Gol será a única parceria de codeshare da American Airlines no Brasil e os viajantes alcançarão 30 destinos da AA nos Estados Unidos e mais de 20 novos destinos na América do Sul servidos pela Gol.

“Esse novo acordo de codeshare entre duas das empresas líderes nas Américas combina nossas malhas altamente complementares para oferecer aos clientes uma experiência de viagens melhor, com o maior número de voos e destinos nas Américas do Sul e do Norte”, disse o CEO da Gol, Paulo Kakinoff.

“Acreditamos que essa aliança irá fortalecer a presença da Gol em mercados internacionais, acelerar nosso crescimento a longo prazo e maximizar valor para nossos acionistas. Isso se soma a nossa confiança no crescimento da Gol, à medida que as economias reabrem e a demanda de viagem aumenta.”

A nova relação entre Gol e American também vai permitir cooperação comercial em áreas como compras, ferramentas de vendas e integração de sistemas, de acordo com o permitido pelas limitações contratuais e regulatórias.

A American terá um membro no board de diretores da Gol, que também farpa parte do Comitê de Alianças da Gol, entre outros comitês ligados à parceria.

MALHAS
A malha da Gol atende 63 destinos no Brasil e 140 internacionais por meio de acordos de codeshare. A companhia confirmou recentemente que Cancún (México) e Punta Cana (República Dominicana) serão suas primeiras rotas internacionais a reabrir desde o início da pandemia de covid-19. A Gol começará a operar voos nessas rotas em meados de novembro de 2021.

Nos últimos 10 anos, a American transportou mais de 14 milhões de passageiros entre o Brasil e os Estados Unidos, representando mais do que o dobro do tráfego da segunda maior empresa aérea americana. A previsão da American é chegar a dezembro deste ano com 31 voos entre o Brasil e os Estados Unidos.

FIDELIDADE
Os programas de fidelidade Smiles da Gol e AAdvantage da American serão parceiros no maior programa conjunto de passageiros frequentes das Américas, com benefícios superiores já no início de 2022. Isso incluirá acesso para membros do programa a inúmeros benefícios, tais como prioridades no check-in, na inspeção de segurança e no embarque, uma maior franquia de bagagem despachada, acesso a salas VIP e assentos preferenciais em ambas as empresas aéreas.

Os clientes poderão ganhar e resgatar milhas de passageiro frequente em qualquer das duas aéreas. A parceria entre a GOL e a American também permite que os clientes adquiram voos de conexão em ambas as empresas por meio de uma única reserva, além de criar uma experiência extremamente conveniente de emissão de bilhetes, check-in, embarque e despacho de bagagem ao longo de toda a viagem.

INVESTIMENTO
Richard Lark, diretor vice-presidente financeiro da Gol, acrescentou sobre o acordo: “O investimento representa o reconhecimento, por uma grande empresa aérea americana, do valor da Companhia como a maior aérea do Brasil e fornecedora do melhor produto. Além disso, o investimento, quando somado aos R$ 2,7 bilhões de capital de longo prazo captado no 2T21, eleva o capital de longo prazo total levantado para mais de R$ 3,7 bilhões nos últimos seis meses, incluindo mais de R$ 2 bilhões de capital novo. Essa liquidez adicional melhora ainda mais a flexibilidade financeira da Gol, ao mesmo tempo que minimiza a diluição para os acionistas.”

Todos os detentores de ações preferenciais da companhia, incluindo na forma de ADRs, poderão exercer seus direitos de preferência para subscrever uma parte das novas ações emitidas proporcionalmente às suas participações existentes. Espera-se que os termos e condições detalhados do aumento de capital sejam aprovados pelo Conselho de Administração da Gol e divulgados oportunamente, incluindo o valor final do aumento de capital em reais, o preço de emissão, a data de registro e os períodos e procedimentos para o exercício do direito de preferência pelos acionistas da companhia.

O investimento em equity aqui descrito está sujeito a certos termos e condições estabelecidos em uma carta de intenções e um termo de compromisso firmado nesta data entre a Gol e a American. O direito de subscrever proporcionalmente as ações preferenciais, de acordo com o direito de preferência referido neste comunicado, não foi registrado na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) e não será oferecido ou estendido na ausência do registro ou de uma isenção aplicável dos requisitos de registro.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA