British Airways estende teste com passaporte de saúde digital

|

Divulgação
A aérea assinou um contrato de longo prazo com a desenvolvedora do VeriFly, a Daon
A aérea assinou um contrato de longo prazo com a desenvolvedora do VeriFly, a Daon
A British Airways anunciou que após o teste bem-sucedido do passe de saúde móvel VeriFly e sua implementação subsequente em sua rede, assinou um contrato de longo prazo com sua desenvolvedora Daon. Com o aplicativo, os viajantes podem fazer upload de qualquer documentação relacionada à covid-19 necessária para seu destino, incluindo registros de vacinação, resultados negativos da covid-19 e documentos governamentais para que sejam verificados antes da viagem.

A companhia aérea inicialmente começou a testar o VeriFly em fevereiro de 2021 em rotas selecionadas e viu mais de 500 mil clientes verificados com sucesso antes da viagem. O app agora está disponível em todos os voos da aérea para a América do Norte, Sul e Central, Caribe, Oriente Médio, África do Sul, Ilhas Cayman, Egito e destinos europeus, incluindo Bulgária, França, Croácia, Irlanda e Suíça, bem como na maioria dos voos para o Reino Unido.

“Começamos a trabalhar com a Daon no início deste ano com um objetivo simples – tornar o mais simples possível para nossos clientes entender e estar em conformidade com os diferentes requisitos de entrada do país quando eles voam conosco. Desde então, trabalhamos com a Daon para tornar tudo mais fácil, permitindo aos clientes desbloquear o check-in on-line e automatizar as aprovações de documentação digital, como certificados de vacinação ou formulário de localização de passageiros do governo, ajudando a reduzir a complexidade", afirmou o Chief Information and Digital Officer da British Airways, Anthony Allcock.
Esta empresa apoia o Fórum PANROTAS 2021
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA