Air France-KLM segue com flexibilidade nos bilhetes no Brasil

|


Divulgação
Airbus 350 da Air France-KLM
Airbus 350 da Air France-KLM
A Air France-KLM continua com sua política de bilhetes flexíveis a clientes internacionais. Os passageiros podem solicitar reembolso total de suas passagens com a companhia aérea europeia, independentemente do motivo do cancelamento ou da tarifa contratada. Outra opção é mudar a data do bilhete, mas nesse caso a troca pode acarretar em cobrança extra caso a nova opção seja mais cara. Essas regras são válidas pelo menos até 30 de junho de 2022.

"Essas mudanças foram geradas devido ao período de pandemia, em que muitos clientes tiveram de cancelar e/ou trocar a data de suas viagens, por razões óbvias. Queremos deixar o cliente e o agente de viagens totalmente seguros de que suas compras não gerarão transtornos e, portanto, além do reembolso e da facilidade para trocar a data, criamos um centro de assistência dedicado a nossos viajantes e parceiros", afirma o diretor da companhia para América do Sul, Manuel Flahault.

MUDANÇA NO PERFIL DO PASSAGEIRO
Flahault conta que a companhia está satisfeita com o nível de ocupação dos voos da Air France-KLM de e para a Europa, o que fez a companhia ampliar o número de voos em São Paulo e Rio de Janeiro a partir de fevereiro de 2022.

O público de lazer e de viagens para visitar famílias são hoje o perfil número um do cliente que viaja com a aérea para a Europa, mas o diretor comercial da empresa para América do Sul, Steven van Wijk, conta que o corporativo está aos poucos reaquecendo.

"Algumas das grandes empresas voltaram a viajar. Estamos sentindo uma leve retomada. Notamos também uma alta considerável na procura de nossas cabines business", afirma Wijk.

O diretor comercial conta que essa mudança na demanda fez o perfil de reservas se alterar durante a pandemia. "A busca nos canais direto aumentou durante este período. O corporativo sempre utilizou mais os canais indiretos para buscar bilhetes da companhia do que o viajante de lazer. Isso é natural, ainda mais em tempos de isolamento social."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA