Latam tem 107% da capacidade doméstica pré-pandemia restabelecida

|

PANROTAS / Filip Calixto
Jerome Cadier, CEO da Latam no Brasil
Jerome Cadier, CEO da Latam no Brasil
No final do ano, a Latam iniciou a venda de passagens aéreas para seis destinos inéditos que serão inaugurados a partir de março de 2022: Montes Claros (MG), Juiz de Fora (MG), Presidente Prudente (SP), Caxias do Sul (RS), Cascavel (PR) e Sinop (MT).

Além disso, a empresa vai voltar a voar para Bauru (SP) em de fevereiro. Em paralelo, já estuda outros destinos para inaugurar ao longo deste ano. Além disso, Fernando de Noronha entra na malha ainda no primeiro semestre, com a possibilidade de um voo direto a partir de São Paulo.

"Graças ao seu processo de reestruturação, a Latam focou mais eficiente e competitiva, o que permitiu à companhia voltar a crescer no Brasil. Devemos começar 2022 com 107% da nossa capacidade doméstica pré-pandemia já restabelecida e jamais voamos para tantos aeroportos no território nacional quanto hoje. O maior beneficiado é o próprio viajante, que conta com mais opções para voar para voar para todo o Brasil", afirma Diogo Elias, diretor de Vendas e Marketing da Latam Brasil.

Na semana passada, na reportagem de capa da Revista PANROTAS, o CEO da Latam Airlines Brasil, Jerome Cadier, adiantou algumas novidades da empresa. E logo depois a Latam anunciou codeshare com a britânica Virgin Airways.

Algumas das novidades anunciadas por Cadier:

1. Uma nova plataforma para o programa de fidelidade, Latam Pass;

2. Expectativa de duas aprovações: o plano de reestruturação que significará o início de saída do programa Chapter 11; e a joint venture com a Delta, que precisa apenas do aval do DOT, dos Estados Unidos;

3. Dos 70 novos Airbus que o grupo vai receber, Jerome Cadier espera que 50% venha para o Brasil;

4. Mais proximidade com os canais do trade, dando prosseguimento à gestão implantada em 2021, com o novo diretor comercial, Diogo Elias;

5. Chegar a 19 mil colaboradores (contra 21 mil antes da pandemia) e 115% da oferta doméstica de 2019.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA