Latam adia ou suspende 21 voos devido à alta no combustível

|


Wikicommons
Aumento do preço do querosene de aviação em decorrência da guerra na Ucrânia é o fator apontado pela aérea
Aumento do preço do querosene de aviação em decorrência da guerra na Ucrânia é o fator apontado pela aérea

A Latam Brasil adiou a estreia de alguns serviços domésticos e suspendeu outros, somando 21 voos alterados, com a justificativa do aumento do preço do querosene de aviação em decorrência da guerra na Ucrânia. Dez rotas foram submetidas a uma pausa e 11 rotas foram adiadas, que incluem novos destinos e novos trechos ainda não operados pela companhia.

"A Latam lamenta pelo impacto causado aos clientes em função destas alterações que resultam de fatores externos alheios à sua vontade e orienta os seus clientes a acessarem o site latam.com > Minhas Viagens > Administrar Suas Viagens para saberem se o seu voo foi postergado. Ao inserir os dados da viagem, o cliente com voo alterado conseguirá visualizar o aviso sobre a modificação", comunica a companhia aérea.

"No mesmo campo do site, os clientes com voos alterados neste período poderão remarcar o voo sem multa e diferença tarifária na mesma cabine do voo original. O cliente ainda pode solicitar o reembolso sem multa. Todas essas alternativas são válidas até o vencimento do bilhete (12 meses após a data da compra)."

Novas bases adiadasDetalhamento
Bauru-São Paulo/GuarulhosAdiado para junho
Montes Claros-São Paulo/GuarulhosAdiado para julho
Cascavel-São Paulo/GuarulhosAdiado para julho
Caxias do Sul-São Paulo/GuarulhosAdiado para julho
Juiz de Fora-São Paulo/GuarulhosAdiado para julho
Presidente Prudente-São Paulo/GuarulhosAdiado para agosto
Novas rotas adiadasDetalhamento
Porto Alegre-CuritibaAdiado para julho
Londrina-CuritibaAdiado para julho
Maringa-CuritibaAdiado para julho
Brasília-NavegantesAdiado para julho
Brasília-PalmasAdiado para julho
Rotas temporariamente suspensasDetalhamento
Brasília-Rio Branco(Suspenso abril a junho)
Brasília-Uberlândia(Suspenso abril a junho)
Brasília-Imperatriz(Suspenso abril)
Fortaleza-Maceió(Suspenso abril a junho)
Fortaleza-Vitória(Suspenso abril a junho)
Fortaleza-Manaus(Suspenso abril a junho)
Belém-Manaus(Suspenso abril e maio)
Porto Velho-Manaus(Suspenso abril a junho)
Fortaleza-Belém(Suspenso abril e maio)
Belém-Macapá(Suspenso abril e maio)
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA