Voo da Gol para Bonito é o 2º com emissão de carbono neutralizada

|


PANROTAS / Filip Calixto
Eduardo Calderon, da Gol, e Jan Werner, da Moss, cortaram a faixa simbolizando a inauguração do novo voo da companhia aérea
Eduardo Calderon, da Gol, e Jan Werner, da Moss, cortaram a faixa simbolizando a inauguração do novo voo da companhia aérea
Inaugurado ontem (2)
, o voo da Gol ligando o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a Bonito, no Mato Grosso do Sul, representa a segunda operação com emissão neutralizada de carbono na companhia. O primeiro aconteceu em setembro, levando passageiros de Recife para Fernando de Noronha.

Assim como ocorreu na rota pernambucana, a operação isenta da emissão de poluentes teve como parceira a Moss, uma das maiores plataformas ambientais de créditos de carbono do mundo. O projeto sustentável envolvendo o voos para Bonito faz parte da campanha #MeuVooCompensa, que doa a todos os clientes da companhia a compensação da pegada carbônica da viagem, neutralizando as emissões totais de carbono nos dois trechos. Assim, a pegada carbônica deixada nas duas viagens é automaticamente "apagada", sem custo extra aos passageiros.

Na chegada ao destino, inclusive, os viajantes recebem um certificado confirmando a participação em um voo que tem a premissa sustentável.
PANROTAS / Filip Calixto
Quem participa dos voos livres de emissão de carbono recebe um certificado confirmando a presença
Quem participa dos voos livres de emissão de carbono recebe um certificado confirmando a presença
O diretor de soluções sustentáveis da Moss, Jan Werner, que participou do voo inaugural, revelou que a parceria das duas empresas busca destinos que já têm iniciativas no sentido de promover a sustentabilidade e a conservação do meio ambiente. Daí a escolha de Bonito.

Ele ainda ressaltou que os viajantes que percorrem os trechos livres de emissão de carbono têm feito comentários positivos à iniciativa.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA