Coronavírus: reservas de voos para a Europa caem em 79%

|

Divulgação
De acordo com o levantamento da Forward Keys, a reserva de voos para a Europa caíram em 79% após o coronavírus chegar com mais força a Itália. Entre 20 de janeiro e 22 de fevereiro, os voos intercontinentais para a Europa já haviam diminuído em 23,7%, mas hoje os casos na Itália tem crescido cada vez mais rápido. Ao final de fevereiro, o número de cancelamentos de voos para a Itália superaram o número de novas reservas, que reduziu um 138,7%.

“A chegada do vírus COVID-19 na Itália marca uma nova fase da crise das viagens na Europa. A queda nas reservas para a Itália é ainda pior do que observamos para alguns dos eventos mais perturbadores do passado, como ataques terroristas. O comportamento da reserva parece desproporcional, já que outras partes da Europa, exceto a Itália, estão passando por declínios substanciais no interesse dos visitantes”, afirmou o vice-presidente da Forward Keys, Olivier Ponti.

Uma análise dos vários mercados de origem da Europa mostra um declínio de dois dígitos nas reservas na última semana de fevereiro de todas as principais regiões do mundo. As reservas da região Ásia-Pacífico caíram 114,2% (cancelamentos que excedem as novas reservas), seguidas pelas Américas, que caíram 68,1% e África e Oriente Médio, que caíram 49,9%.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA