Brasil envia aviões da FAB para trazer brasileiros retidos no Peru

|

AGÊNCIA BRASIL


Foto da Agência Brasil/TV Brasil
Foto da Agência Brasil/TV Brasil

O governo brasileiro enviou dois aviões Hércules C-130 a Cusco, no Peru, para trazer de volta ao Brasil um grupo de brasileiros que ficou preso no país depois que o presidente Martín Vizcarra decretou o fechamento das fronteiras para tentar controlar a epidemia do novo coronavírus.

De acordo com o Itamaraty, 1,3 mil brasileiros aguardavam para retornar ao Brasil, mas 639 já foram repatriados.

Em nota, os ministérios da Defesa e das Relações Exteriores informaram que os dois aviões devem pousar em Cusco na quarta-feira (25) e a previsão de chegada de volta ao Brasil é na noite de quinta-feira.

Em entrevista à CNN no último domingo, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que no início da crise, havia quase dez mil brasileiros no Exterior, retidos pelo cancelamento de voos e fechamento de fronteiras.

"Já viabilizamos o retorno de cerca de três mil pessoas, em sua maioria de Portugal, Marrocos e Peru. Ainda há cerca de seis mil para trazermos de volta ao Brasil", disse.

O Itamaraty montou um grupo de atendimento aos brasileiros no Exterior e divulgou números específicos de telefone para atendimento.

LATAM
Segundo o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, mais dois voos da Latam Airlines devem sair do País nesta terça-feira, 24, para resgatar mais brasileiros no Peru, inclusive passageiros de outras empresas aéreas. "Sabemos das dificuldades de quem está longe, mas seguimos firmes e não vamos descansar até cumprir nossa missão", afirmou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA