Universal tem novidades nos parques e ingressos no pós-pandemia

|

PANROTAS / Artur Luiz Andrade
Eric Marshall, novo vice-presidente de Vendas Internacionais da Universal Orlando, Dennis Quinn, VP de Vendas da Universal Hollywood, e Marcos Barros, VP de Vendas América Latina
Eric Marshall, novo vice-presidente de Vendas Internacionais da Universal Orlando, Dennis Quinn, VP de Vendas da Universal Hollywood, e Marcos Barros, VP de Vendas América Latina
LAS VEGAS – Com as fronteiras dos Estados Unidos se preparando para serem reabertas a visitantes internacionais a partir do início de novembro, também os fornecedores, como parques temáticos, estão se preparando. “Já estamos conversando com os operadores, que dizem que as buscas aumentaram imediatamente após o anúncio”, disse Marcos Paes de Barros, vice-presidente de Vendas e Marketing para a América Latina, durante entrevista ao Portal PANROTAS no IPW 2021, em Las Vegas.

Segundo ele, ainda é preciso esperar pelos detalhes da reabertura, mas a notícia foi recebida no evento da melhor forma possível. “A expectativa é muito alta, pois há uma grande demanda reprimida. Estamos abertos desde junho de 2020 e preparados para receber os brasileiros de volta.”

Do final de 2019 até o último verão americano, a Universal Orlando abriu duas montanhas-russas (do Hagrid, dentro da área de Harry Potter no Islands of Adventure, e a Velocicoaster, na área de Jurassic World, no mesmo parque, um complexo hoteleiro econômico (Endless Summer Surfside e Dockside), com 2,8 mil apartamentos, e o show de dublês baseado em A Identidade Bourne. Ou seja, há muito para ver e rever.

“Os hotéis novos, de categoria supereconômica, vão cair no gosto dos brasileiros. Metade dos quartos é formada por suítes para famílias, e ainda há os benefícios de entrar antes no parque, transporte gratuito e entrega de compras feitas no complexo”, analisa Paes de Barros, que também destaca os movimentos inéditos das montanhas-russas e a mistura de tecnologia com ação ao vivo no show de dublês.

HOLLYWOOD
Na Universal Hollywood, na Califórnia, as novidades vão desde a atração Jurassic World, repaginada e com um novo dinossauro, até a experiência para famílias baseada em The Secret Life of Pets.

Tanto em Hollywood quanto em Orlando contam com o evento Halloween Horror Night, até 31 de outubro, e em 13 de novembro começam os eventos natalinos, que seguem até 2 de janeiro.

INGRESSOS
Segundo Marcos Barros, houve também mudança nos ingressos disponíveis. Não é mais preciso fazer reservas para entrar no parque, mas o visitante pode escolher comprar um ingresso com data de visita ou um com data livre. No caso do ingresso com data, ele pode usar o bilhete em uma janela de cinco dias.

Há também o passe Explorer, de 14 dias, mais indicado para os brasileiros que ficam mais tempo em Orlando. O benefício Express, que dá acesso rápido às atrações, também continua sendo vendido à parte e agora também via operadores no Brasil.

Os protocolos de segurança nos parques incluem distanciamento e uso de máscara em lugares fechados. Quem está vacinado pode optar por não usar máscara em lugares abertos. Os não vacinados devem usar máscara o tempo todo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA