PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Bariloche sobe 8 posições entre destinos de inverno; ranking

De acordo com o Decolar, Bariloche está se tornando um dos destinos preferidos dos brasileiros para as férias de inverno. Segundo levantamento da empresa, houve um aumento de cerca de 38% nas viagens do Brasil para a cidade argentina. Com isso, subiu oito posições no ranking do período, passando do 14º lugar para o sexto na preferência nacional.

Divulgação/Cerro Catedral
Cerro Catedral, em Bariloche (Argentina)
Cerro Catedral, em Bariloche (Argentina)
"Bariloche se tornou uma ótima alternativa para quem busca um local com neve durante as férias do meio do ano. É um destino próximo e acessível para grande parte dos brasileiros. Além de ser um ótimo destino para casais, famílias e amigos, também é uma excelente opção para ir com crianças, aproveitando a pausa escolar", destacou o diretor-geral do Decolar, Alexandre Moshe.

Com o intuito de atender a tendência, o Decolar lançou voos charter diretos para Bariloche a partir de São Paulo. Com frequência semanal, a opção seguirá disponível até 10 de agosto.

"Com os charters, além de incentivarmos o Turismo, também buscamos proporcionar um serviço diferenciado, com praticidade e comodidade aos nossos clientes. Eles contam com toda assistência durante o período de viagem, com receptivo no aeroporto, informações sobre passeios locais e, de quebra, valores ainda mais atraentes", explicou o executivo.

A pesquisa Destinos Férias de Julho foi realizada com base nas emissões entre 18 de junho de 2018 e 17 de junho de 2019 para embarques em julho deste ano. Confira o ranking abaixo:

PosiçãoFérias de julho de 2019Férias de julho de 2018
1Orlando (EUA)Orlando (EUA)
2Santiago (Chile)São Paulo (Brasi)
3Lisboa (Portugal)Santiago (Chile)
4Nova York (EUA)Nova York (EUA)
5Cancun (México)Lisboa (Portugal)
6Bariloche (Argentina)Miami (EUA)
7Paris (França)Rio de Janeiro (Brasil)
8Buenos Aires (Argentina)Buenos Aires (Argentina)
9São Paulo (Brasil)Fortaleza (Brasil)
10Miami (EUA)Cancun (México)
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA