ILTM Cannes tem início na Riviera Francesa, depois de hiato em 2020

|

CANNES (FRANÇA) – Depois de um hiato em 2020 devido à pandemia de covid-19, a ILTM Cannes está de volta! Diferente – sem as tradicionais apresentações no coquetel de abertura da noite de segunda-feira e com uma série de protocolos sanitários –, mas com a mesma vontade dos participantes de todo o mundo de conhecer novos produtos e hotéis de luxo, fazer networking e, principalmente, negócios.

PANROTAS / Beatrice Teizen
ILTM: 20 anos de
ILTM: 20 anos de "love & luxury"
A edição deste ano reunirá mais de 95 nacionalidades, entre expositores e buyers, com pelo menos 1,3 mil compradores. Entre os brasileiros estão representantes de hotéis, como Fairmont Rio de Janeiro, Rosewood São Paulo e Ponta dos Ganchos, além de profissionais brasileiros que trabalham no Exterior ou estrangeiros baseados no Brasil, como Simon Mayle.

O primeiro dia também contou com um almoço para jornalistas de diversos países no rooftop do Hotel Martinez, espaço que não é utilizado para eventos normalmente, mas que foi aberto especialmente para o encontro com a imprensa.

A feira em si começa amanhã (7), no Palais des Festivals, na Riviera Francesa, e segue até quinta-feira (9), com a festa de encerramento. Além do evento em Cannes em 2021 ser especial por marcar a retomada da principal feira de Turismo de luxo do mundo, também representa a comemoração dos 20 anos da ILTM, 20 anos de, como a própria coleção de eventos está chamando, “love & luxury” (amor e luxo).

“É bom ver todo mundo aqui bem e com saúde. Teremos os melhores momentos possíveis. Muito obrigada por estarem aqui conosco. Sei que estão animados para se reencontrar e reconectar, então aproveitem o coquetel. Estamos animados por recebê-los novamente depois de um ano”, diz a diretora de Portfólio da ILTM, Alison Gilmore.

Veja algumas fotos deste primeiro dia no álbum abaixo.


O Portal PANROTAS é media partner da ILTM Cannes, viaja a convite da organização do evento, com seguro viagem GTA, incluindo proteção contra covid-19

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA