Falece o CEO da Marriott, Arne Sorenson, vítima de câncer

|

Divulgação/Linkedin
Arne Sorenson
Arne Sorenson
A Marriott International anunciou o falecimento inesperado de seu CEO e presidente, Arne M. Sorenson, ocorrido em 15 de fevereiro. Sorenson havia sido diagnosticado em 2019 com câncer de pâncreas e no começo de fevereiro anunciou que diminuiria seu ritmo de trabalho por conta da intensificação do tratamento.

Arne Sorenson era um dos mais ativos líderes da indústria de Viagens e Turismo nos Estados Unidos e foi apenas o terceiro CEO da história da Marriott. Foi em sua gestão que o gripo comprou, por US$ 13 bilhões, a Starwood Hotels & Resorts.

Durante a pandemia, liderou as transformações da Marriott e chegou a gravar um vídeo emocionante falando do impacto da covid-19 nos negócios e expondo pela primeira vez a doença publicamente.

Marriott
“Arne foi um executivo excepcional, mas antes disso, um ser humano excepcional”, disse o chairman executivo e chairman do board da Marriott, J.W. Marriott Jr. “Arne amava cada aspecto desse negócio e gostava de passar seu tempo visitante nossos hotéis e se encontrando com nossos associados em todo o mundo. Tinha uma habilidade única de antecipar para onde o setor de hospitalidade se dirigia e posicionar a Marriott para crescer. Mais seus papeis mais queridos foram de marido, pai, irmão e amigo. Em nome do board e das centenas de milhares de associados ao redor do mundo, estendemos nossas sinceras condolências para a esposa e os quatro filhos de Arne. Compartilhamos de seu sofrimento e iremos sentir profundas saudades.”

A Marriott deve indicar um novo CEO em duas semanas e até lá continuam a ajudar a companhia Stephanie Linnartz e Tony Capuano, veteranos do grupo chamados para exercer funções que estava com Sorenson durante seu afastamento para se tratar do câncer.

Marriott
Sorenson com J.W. Marriott Jr
Sorenson com J.W. Marriott Jr


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA