Que profissionais as empresas de Turismo estão contratando?

|

Reprodução / Pixabay
Recentemente, o canal PANEMPREGOS, do POrtal PANROTAS, vem mostrando um aumento nas vagas disponíveis em empresas do Turismo, principalmente no Estado de São Paulo. Com vagas para diversas áreas e posições, as empresas vêm priorizando vagas que ajudarão na reconstrução e reorganização dos negócios para o pós-pandemia.

O Portal PANROTAS entrevistou executivos da Conextravel, CVC Corp, R11 Travel e TZ Viagens, para entender quais estão sendo as prioridades ao contratar e as oportunidades para os profissionais. Todos apontaram para uma grande necessidade de investimento no digital, que foi evidenciado pela pandemia, uma propensão a recontratações e a disponibilidade mão de obra qualificada no mercado.

Confira abaixo a visão das empresas que estão contratando sobre o momento atual.

CONEXTRAVEL
Divulgação
Fernando Santos
Fernando Santos

Fernando Santos, CEO da Conextravel, afirmou que o fundo do poço já passou e está otimista que em setembro já verá resultados mais sustentáveis. A agência de viagens está contratando apenas para a área comercial, sendo a vaga anunciada no PANEMPREGOS para executivo de Contas.

Para Santos, a empresa não tem a premissa de recontratar profissionais com passagens prévias, ainda mais que, em sua opinião, está “mais fácil de contratar por conta da qualidade dos currículos que nos chegam e pela trajetória profissional comprovada”.

Mesmo não contratando para o digital, o executivo vê a área como fundamental: “Quem não tem foco no atendimento digital, vai ficar para trás. Já era uma tendência, que agora ficou mais evidente a sua necessidade.”

CVC CORP
Divulgação
Marcello Zappia
Marcello Zappia

A CVC Corp, como um importante player do Turismo, está contratando para diversas áreas, como Governança Corporativa, Compliance, Finanças e Clientes; mas a área com mais vagas disponíveis é a de Tecnologia e Digital com seis vagas. "O digital é uma tendência e uma necessidade. Entendemos que o modelo de negócio mais adequado para a CVC Corp é aquele onde temos o cliente no meio e fazemos uma venda baseada na experiencia de compra dele, com o uso dos canais que ele quiser", afirmou o diretor executivo de Gente e Gestão da CVC Corp, Marcello Zappia.

Recentemente, a empresa iniciou sua reestruturação, criando novos cargos e contratando diretores. "Estamos simplificando a estrutura e consolidando áreas. O ajuste que fizemos é consequência deste movimento. A CVC Corp sempre priorizou a manutenção das pessoas e dos postos de trabalho, visando ao máximo a preservação de empregos desde o começo da pandemia", explicou Zappia. O investimento em novas pessoas para as áreas citadas acima ocorre em função de necessidades e prioridades atuais de negócio da empresa.

R11 TRAVEL
Emerson Souza
Ricardo Amaral
Ricardo Amaral

Durante a pandemia, a R11 Travel foi rápida nos ajustes, reorganizando a equipe para áreas com mais demanda. Para o CEO, Ricardo Amaral, foi um tsunami. "A onda do tsunami já passou, mas ainda está ventando e chovendo", afirmou. As áreas com mais demanda no período foram operações, financeiro, remarcações e reembolsos.

A R11 Travel abriu novas vagas e recontratou quatro pessoas que saíram. "Priorizamos essas pessoas porque já conhecem a empresa, mas não necessariamente vamos deixar de contratar outras pessoas", explicou o CEO, que disse ser mais fácil contratar neste momento delicado por haver "muito talento disponível no mercado".

Amaral também considera o digital como tendência e necessidade, apontando para o crescimento do e-commerce durante a pandemia. "Durante esse periodo, o investimento em digital não parou em termos de estrutura, apenas de comunicação", explicou.

TZ VIAGENS
Divulgação
Paulo Manuel
Paulo Manuel

O CEO da TZ Viagens, Paulo Manuel, acredita que o pior já passou. "O mês de julho já mostra uma recuperação muito significativa nas vendas, atingindo cerca de 25% do faturamento em comparação ao mesmo mês, no ano anterior", afirmou. O período permitiu a empresa realizar melhorias em seu sistema de negócio.

No momento, a prioridade é contratar para a área de vendas consultivas de agentes de viagens, ou melhor, recontratar. "Sim, priorizaremos quem foi desligado na pandemia. Esse é um tema muito importante para a empresa, considerando sempre a disponibilidade geográfica e a especificidade da TZ Viagens por se tratar de uma rede de franquia de agências", explicou o CEO.

Paulo Manuel também explicou que a pandemia os fez "acordar para um melhor uso da tecnologia colaborativa, que permite ultrapassar as barreiras geográficas e nos conectar no trabalho em rede de um modo surpreendente, o que também se estende ao recrutamento de novos colaboradores e franqueados."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA