GJP Hotels agora é Grupo Leceres, 100% focado em lazer; conheça

|

A GJP Hotels & Resorts apresenta hoje, dia 21, em primeira mão, aos participantes do Fórum PANROTAS 2022, sua nova marca e conceito. A rede hoteleira passa a se chamar Grupo Leceres, 100% focado em lazer, e que incluirá hotéis (40 após as primeiras aquisições, a serem anunciadas nos próximos dois meses), gastronomia, atrações e parques.

A GJP, fundada por Guilherme Paulus (daí as iniciais de seu nome na marca) em 2021 foi comprada pelo fundo de investimentos em private equity gerido pela RCapital. Além da necessidade de mudança de marca, o grupo resolveu apostar em todas as vertentes do lazer e partir para aquisições em todo o País.

“A palavra Lecer, que vem do latim lazer, indica exatamente os vários significados e sentidos da palavra, que a partir de agora se torna protagonista em um novo universo de hospitalidade”, explica o comunicado oficial da nova empresa.

O novo grupo, explica seu CEO, Fabio Mader, ex-CVC Corp e Gol Linhas Aéreas, Hospitalidade, Entretenimento, Gastronomia e Inovação. Ou seja, além de continuar investindo em hospitalidade, destacando os hotéis e resorts já consagrados pelas tradicionais bandeiras da antiga rede GJP, ao mesmo tempo o grupo amplia seu portfólio em diversos destinos turísticos com novos empreendimentos.

Hoje, além dos nove hotéis e resorts em sete Estados brasileiros, das bandeiras Wish, Prodigy, Marupiara e Linx, o Grupo Leceres englobará outras unidades a serem adquiridas, assim como projetos de expansão já em andamento no grupo. De acordo com o novo plano estratégico, serão mais 31 hotéis até o final de 2023, totalizando 40 hotéis e resorts em 11 Estados, além de parques aquáticos e novas atrações-surpresa na área de lazer e entretenimento. O número de apartamentos administrados pela rede (UHs), hoje pouco mais de 2 mil, deverá totalizar 8 mil quartos até o final de 2023.

Haverá empreendimentos para todos os bolsos, incluindo alguns econômicos em relação ao core atual da GJP no lazer e outros mais luxuosos que a rede Wish. Um desses projetos de ultraluxo será em Trancoso, na Bahia. O grupo ainda não divulgou as aquisições que fará, mas o projeto será protocolado no Cade em breve.

PANROTAS / Filip Calixto
Fabio Mader
Fabio Mader
POTENCIAL DO LAZER

“Temos muitas oportunidades no mercado interno, que vem crescendo em números absolutos. As famílias têm optado por viajar pelo Brasil, especialmente em hotéis e resorts que proporcionem uma vivência completa. As Cataratas do Iguaçu (PR) recebem dois milhões de visitantes por ano, enquanto Niagara Falls chega a 20 milhões de pessoas todos os anos. Vejam a disparidade. É atrair não só o viajante nacional, mas também o turista internacional e, claro, aquele que busca o anywhere office, já que hoje podemos trabalhar de qualquer lugar do mundo”, reforça Mader, que fará o lançamento da marca presencialmente, nesta tarde, no Fórum PANROTAS.

Segundo ele, a escolha do evento anual da PANROTAS para lançar o Grupo Leceres mostra a importância que o B2B (agência, operadoras, OTAs) terá dentro da estratégia de distribuição, com muita proximidade, assim como outros canais que hoje o consumidor exige.

“É um momento muito especial para o grupo, de abrir novos destinos e desbravar o lazer de forma 360º, sempre investindo em pessoas, motor propulsor para o sucesso no negócio, por isso o cuidado na escolha do nome, das verticais da marca, do entretenimento para todos”, complementa Mader.

Não foram revelados valores de investimentos nas futuras aquisições e projetos. A compra da GJP pela RCapital foi estimada em R$ 1 bilhão na época.

MANIFESTO GRUPO LECERES

Para a concepção do projeto, também foi desenvolvido um manifesto, disponível de forma completa no site grupoleceres.com, que exemplifica a nova identidade do Grupo no cuidado com os seus clientes: “Leceres quer dizer movimento, alegria, férias, família e diversão. Leceres também significa conforto, descanso e novas paisagens. Leceres também é sinônimo de hospitalidade, carinho, capricho, grandes memórias, sonhos e realizações. Lazer tem tantos significados que é melhor deixar cada um escolher o seu.”

PANROTAS / Emerson Souza
Fabio Mader, CEO do Grupo Leceres
Fabio Mader, CEO do Grupo Leceres
ENTREVISTA FABIO MADER - CEO GRUPO LECERES

PANROTAS – Ao escolher o nome Leceres, no plural, e o slogan Todas as Formas de Lazer, o novo grupo prova que quer abraçar todas as formas de lazer. Como se dará isso?
FÁBIO MADER – O lazer é um negócio diversificado e cada viajante tem sua experiência ideal. O lazer é diferente para cada pessoa e queremos explorar todas as formas de lazer existente no Brasil. Pode ser com um hotel, e vamos investir muito em tematizações de hospedagem e restaurantes, inclusive com projetos internacionais; pode ser só uma atração em um destino que já tenha quantidade boa de hospedagem. Também podem ser projetos que começam do zero ou aquisições. Vamos entender cada destino. A maioria parte eu diria que será de aquisições, como as que anunciaremos em breve.

PANROTAS – No Entretenimento, o foco são os parques temáticos junto a hotéis?
MADER – Não. Pode ter projeto sem um parque, só com uma atração independente. Temos seis projetos em desenvolvimento, com muita tematização e histórias para contar.

PANROTAS – O corporativo então está fora dos planos? Como ficam os hotéis de aeroporto da GJP? O Leceres vai incorporar esses hotéis?
MADER – Sim, eles ficam no portfólio. Eles terão adaptações, mas, com exceção do Prodigy Rio, não são hotéis de lazer. Nosso propósito é o lazer, criar momentos inesquecíveis na memória de nossos hóspedes, viajantes. Mas, falando de corporativo, estaremos abertos ao lazer dentro dos negócios, o bleisure e os nômades digitais. Eles poderão contar com nossas ofertas em gastronomia, hospitalidade e entretenimento em suas viagens com múltiplos propósitos.

PANROTAS – Qual o papel da tecnologia no projeto?
MADER – Inovar para proporcionar uma experiência excelente para o cliente e para o colaborador. Para sermos mais eficientes. Para dedicarmos mais tempo às pessoas. O segmento de hotelaria, e também o de entretenimento, não são como o da aviação, que têm bastante tecnologia na cultura. Muitos processos ainda são manuais.

PANROTAS – De que categorias serão os hotéis que ingressarão no grupo?
MADER – Teremos de três estrelas a upscale. Um empreendimento que lançaremos mês que vem será um super upscale, novo. Em Trancoso, na Bahia.

PANROTAS – Como a equipe está estruturada?
MADER – Temos o Rodrigo Vaz na diretoria de Vendas. Leonardo Costa, diretor de implantações; Rafael Albuquerque, diretor de Vacation Ownership; Daniel Bressan, de RM/Precificação; e Thays Fernandes, diretora interina de Marketing. Na comunicação, o Pablo Torres.

PANROTAS – Quando a nova marca estará no ar?
MADER – Hoje é o dia da virada de chave. Portal, escritório, materiais promocionais, campanhas... E tendo o Fórum PANROTAS como pontapé inicial.
Esta empresa apoia o Fórum PANROTAS 2022
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA