Rede Minor cria estratégias para reabertura no Brasil

|


Divulgação
O Tivoli Mofarrej São Paulo tem previsão de reabertura na primeira semana de agosto
O Tivoli Mofarrej São Paulo tem previsão de reabertura na primeira semana de agosto
Com operação em três hotéis no Brasil, a rede Minor Hotels está se preparando para a reabertura gradual por meio da implementação de protocolos sanitários e da elaboração de estratégias de reaquecimento. A previsão é que o Tivoli Mofarrej São Paulo e o NH Curitiba The Five sejam reabertos na primeira semana de agosto, enquanto o Tivoli Ecoresort Praia do Forte deve retomar as operações em setembro.

Para garantir a segurança dos clientes e colaboradores, a marca redefiniu os protocolos e as condições de trabalho com base no programa "Feel Safe at Tivoli" e "Feel Safe at NH". Entre as novas medidas estão o reforço dos processos de limpeza e desinfecção das acomodações e áreas comuns, a reorganização dos layout's para garantir o distanciamento social, o controle da purificação do ar e da água e a adaptação dos serviços e das atividades de lazer.

De acordo com o vice-presidente de Operações e Desenvolvimento da Europa e América do Sul do grupo Minor Hotels, Marco Amaral, a expectativa é que a ocupação comece a voltar aos níveis pré-pandemia entre dezembro e o início de 2021. Como parte do reaquecimento, a principal estratégia da rede é oferecer flexibilidade total nas condições de cancelamento e reembolso para novas reservas e comunicar aos hóspedes o compromisso com a higiene e segurança em todos os hotéis.

A rede também decidiu investir em ações digitais, socioambientais e de relacionamento com o hóspede devido, principalmente, à mudança de comportamento do consumidor. Desse modo, a utilização da tecnologia, que já tem sido essencial para manter uma gestão eficaz remotamente, continuará tendo um papel importante na retomada para assegurar as medidas de higiene e segurança e diminuir o contato entre as pessoas.

Para Amaral, a credibilidade da marca e o compromisso com as medidas de higiene e segurança terão maior importância na hora da reserva, assim como a transparência e a flexibilidade para alterar e cancelar as reservas. "Estamos focados em entender o atual 'motivo' de compra do nosso cliente, e com isso procuraremos ser diferentes, oferecendo serviços que farão com que o cliente perceba adição de valor agregado no que ele está consumindo. Afinal, o mundo e a forma de viajar irão mudar completamente", finalizou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA