Lucro bruto da hotelaria dos EUA alcança 84% dos níveis de 2019

|

Divulgação
O lucro operacional bruto para hotéis nos EUA melhorou para 84% do nível comparável de 2019, de acordo com a divulgação de dados mensais de junho de 2021 da STR. Os custos com mão de obra também aumentaram em relação ao mês anterior e na comparação com 2019. Cada uma das principais métricas de lucratividade, por quarto disponível, foi superior a qualquer mês desde fevereiro de 2020, enquanto a mão de obra estava em seu nível mais alto desde março de 2020.

Confira abaixo.
  • Lucro operacional bruto por quarto disponível (GOPPAR): US$ 50,67
  • Receita total por quarto disponível (TRevPAR): US$ 131,81
  • Lucro antes de juros, imposto de renda, depreciação e amortização (EBITDA PAR): US$ 33,10
  • Custo total de mão de obra por quarto disponível (LPAR): US$ 37,39

De acordo com a STR, propriedades nas principais áreas metropolitanas dos EUA ainda estão lutando. A cidade de Nova York, São Francisco e a Ilha de Oahu, no Havaí, ainda estão percebendo um lucro operacional bruto negativo, e a maioria dos principais mercados está relatando menos de 50% das receitas de 2019. Destinos de praia como Miami, Norfolk/Virginia Beach e Tampa, por outro lado, estão tendo um desempenho geral melhor.

A demanda de lazer do mercado está impulsionando a lucratividade. Embora os lucros tenham melhorado imensamente, os níveis ainda permanecem bem abaixo dos comparáveis de 2019. Podemos esperar um retorno dos lucros em níveis acelerados, à medida que a demanda e as receitas se recuperam. Embora a melhoria em cada uma das principais métricas possa ser vista como uma vitória, devemos lembrar que muitos hotéis ainda estão sendo duramente atingidos financeiramente e os custos trabalhistas continuam baixos quando comparados aos níveis pré-pandêmicos, o que significa que as equipes dos hotéis estão fazendo muito mais com umuito menos ajuda", afirmou o diretor sênior de desempenho financeiro da STR, Joseph Rael.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA