British registra alta demanda dos EUA e UE após liberação de fronteiras

|

Wikicommons
A British Airways está adicionando milhares de assentos extras nas principais rotas dos Estados Unidos e da União Europeia para o Reino Unido, após um grande aumento no interesse em viajar para Londres desde que o governo do Reino Unido anunciou que as restrições de quarentena seriam suspensas para clientes totalmente vacinados dos EUA e da UE.

Em poucas horas, a British Airways viu as reservas dos EUA aumentarem em 95%, após o recente anúncio do governo do Reino Unido principalmente de cidades como Nova York e Los Angeles, e cidades europeias como Berlim, Genebra e Hamburgo.

Os voos entre Nova York-JFK e Londres Heathrow aumentarão para 21 serviços por semana (de 17 por semana), Los Angeles e Chicago aumentarão para 10 por semana (de 7 por semana), a partir de 16 de agosto. A partir de 23 de agosto, os voos entre Seattle e Londres Heathrow aumentarão para 7 serviços por semana (de 4 por semana), e Los Angeles aumentará ainda mais para 14 por semana. A British também planeja continuar a ampliar sua programação entre os EUA e o Reino Unido ao longo de setembro.

Voos adicionais também serão adicionados de cidades europeias, como Berlim, Genebra e Hamburgo, e as "programações serão revisadas continuamente para garantir que o número de assentos disponíveis corresponda ao interesse do cliente".

“Estamos muito ansiosos para receber novos visitantes dos EUA e da UE no Reino Unido na próxima semana, muitos dos quais se reunirão com seus familiares pela primeira vez em muitos meses. Essa mudança também ajudará a impulsionar a economia britânica e o setor de hospitalidade, que, como a aviação, foi prejudicado pelos efeitos da pandemia", afirmou o presidente e CEO da British Airways, Sean Doyle.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA