Visual: Todos e todas; o Turismo é para todo mundo

|


Shutterstock
Como o Turismo é feito de pessoas e por pessoas, nada melhor<br>do que “recomeçar” desconstruindo certas atitudes
Como o Turismo é feito de pessoas e por pessoas, nada melhor
do que “recomeçar” desconstruindo certas atitudes
Todos e todas. Bem-vindos e bem-vindas. As palavras são repetidas, mas trazem consigo uma pequena
grande diferença e vêm atreladas a uma missão bastante nobre: reforçar que o mundo não pertence nem a
um, nem a outro gênero. Ele é de todos e de todas, sem distinção. Não é à toa, portanto, que o debate
sobre inclusão e diversidade se tornou cada vez mais frequente, causando uma revolução na forma de
enxergar a realidade e, por consequência, na forma de lidar com ela.

Com o passar do tempo a pauta acabou alcançando também o Turismo – e isso faz todo o sentido. Viajar
não é só superar fronteiras. Acima de tudo, envolve receber e ser bem recebido(a), estar aberto(a) a estilos
de vida diferentes, respeitar e ser respeitado(a). Quem adora embarques e desembarques sabe: no fundo,
no fundo, todo mundo fala a mesma língua e tem os mesmos interesses básicos.

Para adicionar ainda mais solidez a este movimento, a Visual Turismo abriu um espaço enorme em seu
portfólio para o público LGBT+. Por meio de uma parceria com a IGLTA (Associação Internacional de
Turismo LGBTQ+), pacotes em destinos como Rio de Janeiro, Florianópolis e Miami, por exemplo,
abertamente LGBT+ friendly, ganharam evidência. Porém, além da formatação de produtos e serviços
voltados 100% a este perfil de turista, foram também desenvolvidos e compartilhados conteúdos
informativos com as agências de viagens. As capacitações foram as responsáveis por fazer com que a
“sopa de letrinhas” que compõe a sigla (e todas as suas variantes) ganhasse significado e empatia.

Toda vez que o Turismo e a sociedade de modo geral dizem não ao preconceito, o movimento LGBT+
ganha força. Toda vez que respeito, gentileza e bom senso fazem parte da forma como este público é
atendido, cria-se mais um lugar onde essas pessoas podem se sentir à vontade e se expressar livremente.

A CVC Corp, conglomerado do qual a Visual Turismo faz parte, também aderiu à causa. Recentemente o
maior grupo de Turismo da América Latina lançou o REprograma, iniciativa que visa tornar o setor
sinônimo de desenvolvimento sustentável e bem-estar social. O “re” do nome é uma forma de repensar a
forma como algumas coisas são feitas. E, como o Turismo é feito de pessoas e por pessoas, nada melhor
do que “recomeçar” desconstruindo certas atitudes.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA