O que Emerson Camilo pretende entregar com sua nova consolidadora

|


Divulgação
Emerson Camilo no escritório de sua nova consolidadora, a Tailor Travel Services, que fica no bairro da Aclimação, em São Paulo
Emerson Camilo no escritório de sua nova consolidadora, a Tailor Travel Services, que fica no bairro da Aclimação, em São Paulo
Com passagens por Rextur Advance, Flytour Gapnet e Sakura, Emerson Camilo está de volta ao Turismo. O executivo deixou o setor por algum tempo para realizar o sonho antigo de empreender em uma garagem com serviços automotivos "self-service", mas entre uma troca de peças e outra, o que martelava mesmo era, em sua cabeça, a ideia de voltar ao setor onde atuou durante mais de 25 anos. A oportunidade veio com a Tailor Travel Services (TTS).

Uma consolidadora logo agora, em meio a uma crise com essas dimensões e cujo fim ainda não está muito fácil e prever? Sim, uma consolidadora que já está aberta desde agosto de 2020, encerrou o ano passado com mais de R$ 1,9 milhão em faturamento e pretende fechar este mês totalizando R$ 2,7 milhões.

"Não somos aventureiros", ele garante, sem abrir valor de investimento. "Não vamos jogar fora tantos anos de Turismo. Discordo da visão de que o mercado de consolidação esteja saturado. Seremos uma referência em tecnologia e prestação de serviços. Vamos agilizar a vida do agente de viagens", completa Camilo, que ao seu lado nesta jornada tem nomes conhecidos do trade, inclusive ex-colegas em suas empresas anteriores. Cleber Luciano, Adriano Gomes, Adriano Cordovil, e Guilherme Miranda são alguns deles. São Paulo, Baixada Santista, Rio de Janeiro, Bahia, Recife, Acre, Rondônia, Manaus, Goiânia, Brasília e Vale do Paraíba são regiões aonde a empresa já atua, mas as pretensões são maiores.

Alguns desses destaques você encontra na entrevista feita pelo Portal PANROTAS.

PORTAL PANROTAS - Abrir uma empresa no Turismo em meio a uma crise sem precedentes que abalou sobretudo o corporativo. E logo uma consolidadora, que é um dos segmentos mais afetados. Que ideias vocês têm em mente?
EMERSON CAMILO - Abri a garagem entre junho e julho. Era um sonho de quem é formado em mecânica, mas tenho o Turismo no meu DNA e em meio à terapia de mexer nos veículos, me vinham as ideias e a ansiedade em voltar ao setor. Fui chamado por um banco e por uma empresa de inteligência artificial, que pediram meu apoio para um projeto que eles tinham para o Turismo.

A ideia era olhar para o setor e encontrar oportunidades para investimento. Na minha visão tem muita oportunidade, pois tem bastante coisa que não é feita. O último grande lançamento do Turismo foi o E-Ticket, que já existia em formato de PTA, mas ninguém o implementava. No geral, existe um receio das empresas do Turismo em implementar novas tecnologias.

PANROTAS - Existe espaço no mercado?
CAMILO - Com certeza. Ainda mais com nosso foco em prestação de serviços, pois há empresas que não conseguem entregá-lo com qualidade. Trabalharemos com inteligência artificial para a resolver o que é burocrático, com o que hoje os agentes demoram muito tempo para solucionar, mas com atendimento humanizado na venda em si, a fim de aprimorar sua experiência.

PANROTAS - E o que dá para fazer de diferente do que existe hoje?
CAMILO - As oportunidades estão principalmente em backoffice, pois o frontoffice não é mais segredo, todo mundo entrega. No entanto, as partes mais complexas ninguém quer administrar. Não é à toa que não se vê muita empresa de backoffice atuando no segmento. As dificuldades mais notadas com os vendedores são principalmente em lançamentos venda, pós-venda e outros processos. Começamos a mapear onde estão as lacunas do setor para poder criar facilidade, velocidade e estruturação de processos para os agentes de viagens. A maior queixa deles com as consolidadoras é a perda de tempo no atendimento respondendo perguntas básicas sobre emissão e cotação, o que consequentemente recai na demora para atender a um cliente na ponta que é cada vez mais exigente.

PANROTAS - Como a Tailor Travel Services vem para resolver essas lacunas?
CAMILO - Estamos aplicando uma engenharia reversa, na qual o digital vem primeiro. É como em uma startup, uma etapa após a outra. Estamos desenvolvendo o projeto há oito meses, a tecnologia vai sendo evoluída aos poucos, mas em meio a tudo isso as vendas vão acontecendo, pois temos bom relacionamento com os agentes de viagens. Temos mais de 170 agências cadastradas e mais de 300 usuários no sistema.

O projeto interessou outros profissionais de gabarito no mercado, como o Cleber Luciano [ex-RexturAdvance e Flytour Gapnet] para a Operação, o Pedro Oliveira para TI e executivos que estavam fora do mercado e quiseram fazer parte da Tailor por entender que as pessoas envolvidas realmente conseguiriam colocar o projeto em prática. Acreditam principalmente na questão da inteligência artificial que está sendo entregue aos poucos.

PANROTAS - Quais são os principais atributos dessa tecnologia em que vocês estão investindo?
CAMILO - Estamos criando uma ferramenta específica para otimizar as operações e automatizar processos dentro das agências de viagens. A Tailor Digital é pensada no dia a dia do agente. Teremos robôs de atendimento e batemos nessa tecla porque falar com atendente para resolver o que é operacional é coisa do passado. Falar com atendente é para vender e não resolver probleminhas que não trazem receita, mas só despesa para a empresa.

Esse negócio de "fazemos assim porque sempre foi assim" vai acabar. O processo de emissão no Brasil é muito mais complexo do que na média global. Sinceramente, há empresas que não sabemos como ficarão no pós-crise, pois são resistentes ao digital. Novos negócios são novas tecnologias. A primeira coisa que fazemos quando acordamos é olhar o smartphone. Não há como voltar atrás. É parte do jogo.

Nossa missão é fazer o agente emitir um aéreo e terrestre que chegue no final de forma estruturada. Começamos a montar esse processo com uma Inteligência de Negócios robusta.

PANROTAS - Cite um exemplo de como essa tecnologia melhorará a rotina do agente.
CAMILO - A facilitação na parte financeira. As ferramentas tecnológicas estão voltadas para não só olhar venda, reemissão e reacomodação, mas também para as contas. O agente paga a fatura, recebe e as contas já são organizadas dentro do próprio sistema. Queremos que ele emita o bilhete e já tenha a visão do mesmo junto com o backoffice, trabalhando literalmente dentro da ferramenta para que ela tenha a melhor solução. Nunca em 26 anos de Turismo vi empresas apoiando de verdade essa área financeira, essa questão de gestão, de conciliação de contas. Muito se fala, mas pouco se faz.

Na vitrine de produtos, é possível cuidar da gestão completa da viagem entendendo todo processo emissão/reserva e opções de reembolso, alterações/remarcações, meios de pagamento, entre outros. Na ferramenta é possível realizar a gestão de produtos relacionados a companhias aéreas, hotéis, locadoras de veículo, seguro viagem, rodoviário, entretenimento, shows e eventos.

PANROTAS - Como vocês pensam a área de Produtos Terrestres?
CAMILO - Em nosso site já temos hotéis, aluguel de carros, ônibus e seguros e teremos atrações, ingressos e outros auxiliares. Estamos fazendo acordo com várias frentes no terrestre.

PANROTAS - O agente de viagens e os consolidadores se queixam das margens cada vez mais baixas. Os auxiliares são uma forma de engrossar o caldo?
CAMILO - Temos de pensar em como nos remunerar. Olhar para cada produto e como eles nos remuneram. Atentos ao nosso bolso e ao bolso do agente de viagens. Não dá mais para apenas ficar vendo números na tela e comemorar que vende bem uma determinada companhia aérea. O negócio é dinheiro no bolso.
Onde, como e quando tiver oportunidade é onde queremos estar.

PANROTAS - Como sua nova consolidadora trabalha o crédito?
CAMILO - Nosso crédito é por meio do cartão. Não dá mais para trabalhar faturado como um banco. O cliente que trabalha conosco terá de usar estritamente o cartão. No mundo é assim. Só no Brasil damos crédito para se pagar dali uma semana. É assim com o consumidor, quando ele entra em uma loja, e tem de ser assim no B2B. É o mercado que precisará encarar essa mudança. Se sua empresa compra faturado, ela vai ter de mudar para o cartão, pois é assim que vai funcionar.


PANROTAS - Como o fornecedor recebeu a ideia da abertura da Tailor?
CAMILO - Muito bem. Recebemos diversas mensagens de companhia aérea elogiando a inciativa. Já temos condição comercial liberada com alguns players importantes. Começamos esse diálogo precocemente e a receptividade foi enorme. Iberia, British, TAP são algumas delas, e é natural que essas aberturas continuem. Entre as nacionais, duas já liberaram nacional para nós, com condições favoráveis. As coisas estão funcionando. Não tenho a preocupação de não ter o sinal de uma aérea ou outra, pois isso é trabalho do dia a dia, mostrando nossa seriedade, que realizará.

PANROTAS - Qual é o perfil de venda da consolidadora?
CAMILO - Em meio à pandemia é difícil distinguir entre corporativo e lazer. Dá para dizer que o doméstico, pelo fechamento de fronteiras, é o grosso de vendas hoje. De agosto a dezembro foram quase seis mil bilhetes nacionais. Devemos fechar o mês com aproximadamente $ 2,7 milhões em vendas, dos quais apenas R$ 500 mil foi internacional. Sabemos que isso é um movimento, é coisa do mercado.

PANROTAS - Quais são seus parceiros em tecnologia?
CAMILO - A Wooba é um deles. Estamos dialogando com eles para entender o que podemos encaixar perfeitamente em nossa proposta de trabalho e em nossa plataforma. Também desenvolvemos projeto com a Easy Ticket, que tem solução de logística avançada ao cliente final. Isso sem falar nos GDS: já temos Sabre e Amadeus como parceiros e estamos em negociação com a Travelport.

PANROTAS - Apesar da proposta de ser 100% digital, a consolidadora terá escritório físico para atender fornecedores e clientes?
CAMILO - Sim, um coworking no bairro da Aclimação, em São Paulo, que está praticamente pronto. Por ora, os executivos estão trabalhando de casa.

PANROTAS - É verdade que vocês já cobrem 80% do território nacional?
CAMILO - Sim, temos bases estratégicas em São Paulo, Baixada Santista, Vale do Paraíba, Rio de Janeiro, Bahia, Recife, Acre, Rondônia, Manaus, e Vale do Paraíba. Estamos buscando parceiros em Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e outras regiões em que acreditamos em potencial de vendas.

PANROTAS - Vocês anseiam entrar para a associatividade, como na AirTkt?
CAMILO - Sinceramente, ainda não parei para pensar nisso. Meu foco está totalmente na evolução da Tailor no momento. Ainda é cedo para me questionar sobre isso.

ANOTE OS CONTATOS DA TTS


SÃO PAULO
Emerson Camilo – CEO
camilo@tailor-travel.com

Cleber Luciano - DIRETOR OPERACIONAL (BRASIL) - Passagens por RexturAdvance e Grupo Flytour
Email: cleber@tailor-travel.com, tel.: (11) 97367-1119

Guilherme Miranda - PRODUTOS TERRESTRE (BRASIL) - Passagens por Tam Viagens, CVC, E-htl e Flytour Consolidadora
E-mail: guilherme@tailor-travel.com, tel.: (11) 98563-9809

BAIXADA SANTISTA
Adelio Figueiredo - Passagem por RexturAdvance
E-mail: adelio@tailor-travel.com, tel.: (13) 99776-2072

Rafael Morais dos Santos - Passagens por CVC, RexturAdvance e Grupo Flytour
E-mail: rafael@tailor-travel.com, tel.: (13) 99174-4949

VALE DO PARAÍBA
Edvaldo Ferraz de Araújo - Passagens por ABC Turismo, Visual, CVC e Ancoradouro
E-mail: edvaldo@tailor-travel.com, tel.: (12) 99781-0777

RIO DE JANEIRO
Adriano Gomes - Passagens por Soletur, Marsans, Trend, Nascimento Turismo e CVC
E-mail: adriano.gomes@tailor-travel.com, tel.: (11) 98187-8151

BAHIA
Thais Barreto Santos - Passagens por Tam Linhas Aéreas, Flytour Consolidadora e Sakura Consolidadora
E-mail: thais@tailor-travel.com, tel.: (71) 99935-5474

RECIFE
Marcelo Garcia - Passagens por Advance, Confiança e Flytour.
E-mail: marcelo@tailor-travel.com, tel.: (81) 9497-6047

José Neto - Quase dez anos no mercado de consolidação
E-mail: neto@tailor-travel.com, tel.: (81) 99711-4611

ACRE/RONDÔNIA
Ablene Custódio - Tem dez anos no mercado do Turismo com Empresas Operadoras e Consolidadoras
E-mail: ablene@tailor-travel.com, tel.: (69) 99949-5526

MANAUS (RESTANTE DA REGIÃO NORTE)
Adriano Cordovil – Passagens por Advance (RA) e Flytour Gapnet
E-mail: adriano@tailor-travel.com, tel.: (92) 98420-7038

Suporte TI
Pedro Oliveira
E-mail: pedro@tailor-travel.com

*Atualizada às 11h45
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA