Royal Caribbean Group e Carnival Corp cancelam mais cruzeiros

|

Divulgação
Royal Caribbean cancelou cruzeiros adicionais, inclusive a bordo do Spectrum of the Seas
Royal Caribbean cancelou cruzeiros adicionais, inclusive a bordo do Spectrum of the Seas
Ontem (12), o Royal Caribbean Group anunciou o cancelamento de mais cruzeiros em suas linhas na primavera do hemisfério norte. De acordo com o portal USA Today, a empresa controladora das bandeiras Royal Caribbean International, Celebrity Cruises, Silversea Cruises e Azamara, explicou que os cancelamentos eram necessários, já que o grupo continua a se concentrar em um retorno seguro aos cruzeiros.

"Como trabalhamos em estreita colaboração com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças e autoridades governamentais em todo o mundo para esse objetivo comum, estamos estendendo a suspensão de certas viagens para nossas linhas de cruzeiro", disse a Royal Caribbean em um anúncio publicado em seu site. A empresa também acrescentou que continua a trabalhar com o Healthy Sail Panel, uma vez que planejam receber os passageiros de volta a bordo.

Confira abaixo as mudanças de programação para cada linha de cruzeiro do Grupo Royal Caribbean.

Royal Caribbean International
  • Todas as viagens foram canceladas até 30 de abril, incluindo o Spectrum of the Seas de 16 a 28 de fevereiro;
  • Quantum of the Seas, que navega em itinerários mais curtos em Cingapura, está excluída dos cancelamentos.

Celebrity Cruises
  • Todas as viagens canceladas até 30 de abril;
  • O cruzeiro transatlântico da Celebrity Apex, com partida marcada para 1º de maio, também foi cancelado;
  • Todos os cruzeiros europeus e transatlânticos no Celebrity Edge e Celebrity Constellation programados para navegar de maio a outubro também foram cancelados.

Silversea Cruises
  • Todas as viagens canceladas até 1º de abril.

Azamara
  • Todas as viagens canceladas até 30 de abril.

CARNIVAL CORPORATION
Divulgação
Bandeira da Carnival Corporation, como a Holland America Line, também anunciaram cancelamentos
Bandeira da Carnival Corporation, como a Holland America Line, também anunciaram cancelamentos
Os cancelamentos da Royal Caribbean acompanham anúncios recentes de cruzeiros cancelados por companhias como a Princess Cruises e a Carnival Corporation. Na última empresa, além dos cancelamentos da Carnival Cruise Line, várias subsidiárias do grupo cancelaram mais cruzeiros para navios programados para navegar nas águas dos Estados Unidos e no exterior.

A Holland America Line é uma destas subsidiárias, cancelando todas as suas partidas até 30 de abril, enquanto se prepara para atender às diretrizes do CDC, de acordo com uma declaração fornecida por Roger Frizzell, porta-voz da Carnival Corporation.

"A linha também cancelará todos os cruzeiros pelo Alasca até meados de maio, partidas do Alasca em três navios até o início de junho, quaisquer viagens terrestres e marítimas conectadas com cruzeiros cancelados no Alasca, cruzeiros pelo Mediterrâneo até o início de junho e os itinerários do Canadá/Nova Inglaterra até agosto", afirmou a Holland America em comunicado.

Outra subsidiária da Carnival Corporation, a P&O Cruises Australia, também anunciou o cancelamento de seus cruzeiros na Nova Zelândia até abril. A linha de cruzeiros planeja retornar à Nova Zelândia em julho de 2022 para uma temporada de 150 dias na área.

A linha alemã da Carnival, a Aida Cruises, também cancelou mais viagens, estendendo sua pausa nas operações até o final de fevereiro, depois que a Alemanha estendeu seu bloqueio até o final de janeiro, disse a linha de cruzeiros em um comunicado. A Aida espera retomar os cruzeiros em vários locais após o fim de fevereiro, com várias datas de partida marcadas para 6 de março.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA