Costa Cruzeiros terá 5 navios no Brasil na temporada 2022/2023

|

Acompanhando de perto o desenvolvimento e os percalços da atual temporada sul-americana de cruzeiros, que está paralisada desde a metade de janeiro e até o início de fevereiro, a Costa Cruzeiros já projeta como será o próximo período de viagens no continente. Já articulando como será a temporada 2022/2023, a companhia assegura que o plano é seguir investindo na região. Dessa maneira, a ideia é trazer cinco embarcações e fazer do próximo verão a maior temporada para a empresa no continente nos últimos dez anos.

PANROTAS / Emerson Souza
Dario Rustico, da Costa Cruzeiros
Dario Rustico, da Costa Cruzeiros
Para o presidente da Costa Cruzeiros na América do Sul, Dario Rustico, a vinda de cinco navios reflete o compromisso da companhia em seguir investindo estrategicamente na região. Para a próxima temporada, os navios escalados são: Costa Toscana, Costa Favolosa, Costa Fortuna, Costa Deliziosa e Costa Luminosa, esses dois últimos em roteiros especiais pela região como o Grand Cruise.

O executivo explica as escolhas e como são as embarcações que virão aos mares sul-americanos. “O Costa Toscana, recém chegado à nossa frota – foi entregue em dezembro de 2021 –, tem mais de 2,6 mil cabines, 185 mil toneladas, e fará uma temporada completa em águas sul-americanas, com embarques em Santos e Salvador”, revela Rustico. “O navio se une ao Costa Fortuna e ao Costa Favolosa para a realização de roteiros pela América do Sul entre dezembro de 2022 e abril de 2023. Serão, ao todo, três navios da companhia marítima viajando pelos mais belos destinos brasileiros e pelas capitais argentina (Buenos Aires) e uruguaia (Montevidéu) em roteiros de três a nove noites”, elucida.

“O Costa Favolosa será dedicado à região do rio da Prata, com Santos e Itajaí (SC) como portos de embarque. Entre dezembro de 2022 e abril de 2023, o navio realiza roteiros de sete noites, visitando Montevidéu (Uruguai) e Buenos Aires (Argentina), além de minicruzeiros e roteiros de cinco noites, com embarque em Santos e percorrendo as cidades turísticas de Balneário Camboriú, Ilha Grande, Porto Belo e Ilhabela”, informa o executivo.
Também já está planejado que o Costa Fortuna terá embarque no Rio de Janeiro e cruzeiros com duração de oito noites. “Os roteiros passarão por Búzios, Ilhabela, Ilha Grande, além de Buenos Aires e Montevidéu. No dia 31 de dezembro de 2022, o navio atracará na praia de Copacabana para a celebração de Réveillon”, adianta.

Em janeiro a oferta da empresa ficará ainda mais robusta com a chegada do Costa Luminosa. Ele virá para a América do Sul durante o Grand Cruise, que passará por Macapá, Manaus, Santarém, Belém, Recife, Maceió, Salvador e Rio de Janeiro. Já entre os meses de março e abril de 2023, o Costa Deliziosa visitará as cidades sul-americanas do Rio de Janeiro, Buenos Aires, Montevidéu, Ushuaia e Santiago durante o cruzeiro de Volta ao Mundo.

VENDAS E SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
Enquanto a próxima temporada não chega, entretanto, a Costa segue trabalhando em estratégias para manter as boas vendas de viagens nos navios. A coordenação da companhia avalia que o movimento de retomada que já está consolidado é um movimento inevitável, com cada vez mais clientes ansiando viajar.

“No caso do turista brasileiro, observamos que ele gosta muito de cruzeiros e está ávido por uma retomada segura e tranquila. Cientes de todos os protocolos de segurança e saúde necessários e dos requisitos para o embarque, temos tido uma procura crescente tanto por roteiros na América do Sul como para nossos cruzeiros internacionais”, sustenta Rustico.

O dirigente garante também que a Costa segue constantemente monitorando e avaliando o cenário mundial e suas flutuações. “Os cruzeiros programados para a temporada 2022/2023 na América do Sul já estão, inclusive, com as vendas abertas. No âmbito global, a companhia vem atuando progressivamente para que toda a frota retome as operações até junho de 2022”, afirma. O executivo informa ainda que as equipes da Costa estão trabalhando forte para retomar as atividades de toda a frota até junho deste ano.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA