Como reconquistar a confiança dos cruzeiristas? Cias respondem

|

PANROTAS/Gute Garbelotto
Frank Medina (NCL), Dario Rustico (Costa), Adrian Ursilli (MSC) e Thiago Vasconcelos (Pier 1)
Frank Medina (NCL), Dario Rustico (Costa), Adrian Ursilli (MSC) e Thiago Vasconcelos (Pier 1)
No segundo dia de Fórum PANROTAS 2022, líderes da Costa Cruzeiros, MSC Cruzeiros e Norwegian Cruise Line debateram as tendências e as dificuldades da indústria de cruzeiros. Entre os desafios, está reconquistar a confiança dos cruzeirista após dois anos de incertezas no Turismo como um todo. Mas, para Dario Rustico (Costa), Adrian Ursilli (MSC), Frank Medina (NCL) e Thiago Vasconcelos (Pier 1), não há motivos para que as pessoas deixem de fazer cruzeiros, porém pode ter faltado comunicar isso melhor.

"Precisamos fazer uma auto crítica como indústria. Fizemos muito mais que outras indústrias, mas precisávamos comunicar isso melhor, talvez. Fomos além do que a Anvisa pedia, criamos um protocolo muito sólido. Precisamos comunicar o quanto é seguro viajar com a gente. Em um momento da pandemia, uma viagem para Búzios (RJ), de carro ou avião, não precisava de teste ou vacinação; mas de cruzeiro, era necessário isso tudo. A palavra responsabilidade e seriedade marcaram a indústria de cruzeiros durante a crise. Talvez precisamos fazer um esforço a mais para comunicar todos os nossos esforços. A indústria merece mais", pontuou Dario Rustico.

Adrian Ursilli foi além e afirmou que "uma imagem deturpada foi criada no início da pandemia com as contaminações em navios, quando não sabiam tratar a doença ainda. Mas, agora, com o protocolo, não há mais hospitalizações. Veículos de grande massa e sensacionalistas não tendem a mostrar as coisas boas quanto as coisas más". De acordo com o executivo, a MSC Cruzeiros embarcou 130 mil pessoas e "tivemos feedbacks positivos e comentários que endossam todos esses esforços de jornalistas e agentes".

Frank Medina, da NCL, complementou com os aprendizados e melhoras promovidos pela pandemia. "Para começar, o processo de embarque agora pode ser realizado digitalmente e com toda a antecedência, facilitando muito. Temos muito espaços abertos, nos novos navios inclusive. Teremos uma experiência ainda melhor porque isso já era uma tendência: espaços ao ar livre, incluindo restaurantes. Pessoas querem estar no ar fresco, porque elas se sentem mais seguras. Tudo que já era seguro nos cruzeiros, foi elevado dez vezes. Veremos muitos benefícios e feedbacks positivos de que o cruzeiro se tornou uma experiência ainda melhor", afirmou.

SEM MOTIVO PARA REEMBOLSO

Os executivos ainda foram questionados como os agentes de viagens podem convencer seus clientes com vouchers e viagens para remarcar a não pedir reembolso. A resposta foi uníssona: dinheiro. "Para um hóspede com voucher, estamos mantendo a condição de reservar o cruzeiro sem alteração de preço em um navio melhor com um itinerário melhor. Sem falar na inflação. Além disso, oferecemos bônus de consumo a bordo. É preciso mais argumentos do que isso?", questionou Adrian Ursilli após seus companheiros já terem frisado a segurança a bordo.

Thiago Vasconcelos, da Pier 1, complementou: "É pagar o preço de 2019 para viajar em 2023. Nós agentes ficamos receosos em ofertar cruzeiros às vezes, porém nossos clientes querem muito fazer um cruzeiro. Quando você explica o aprimoramento da segurança a bordo, essa vantagem de valores, temos uma taxa de sucesso muito grande".


O Fórum PANROTAS acontece nos dias 21 e 22 de junho, no Centro Fecomercio de Eventos em São Paulo, e conta com a aliança institucional da CNC e o patrocínio da Accor, Aerolineas Argentinas, Air Europa, Ancoradouro, AquaRio, Visit Argentina, Aviva, BWH Hotel Group, Coris Seguro Viagem, CVC Corp, Delta Air Lines, Easy Travel Shop, Elo, Enjoy Hotéis & Resorts, FecomercioSP, Fortaleza, Gol Air France KLM, GTA Assist, Iberostar Hotels & Resorts, Latam, Localiza, Mato Grosso do Sul, Mondiale Operadora, Movida, Omnibees, R1 Audiovisual, Royal Palm Hotels & Resorts, Sabre, Sebrae, Sheraton São Paulo WTC Hotel, Tes Cenografia, Viagens Promo, Villa Blue Tree, Visite São Paulo e apoio da Goya by Copastur, Hyper English, Rio CVB, Shift, Tour House e TRVL Lab.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA