Flórida registra recorde de 116 milhões de visitantes em 2017

|

Divulgação
Flórida é destino favorito dos brasileiros, e representa 55% das viagens aos EUA; apenas Orlando (foto) abrange 35% das chegadas
Flórida é destino favorito dos brasileiros, e representa 55% das viagens aos EUA; apenas Orlando (foto) abrange 35% das chegadas
A Flórida parece ser um dos locais imunes à redução de visitantes dos Estados Unidos. Mesmo em ano com queda de US$ 4 bilhões em gastos de turistas internacionais - além de 4% de perda de visitantes estrangeiros no primeiro semestre de 2017 -, o Estado norte-americano bateu seu recorde de visitação ao receber 116,5 milhões de pessoas no período de 12 meses, superando em 3,6% a marca de 2016, quando 112,8 milhões de turistas foram ao local. Os números foram divulgados pelo Visit Florida.

Vale destacar que o resultado foi obtido mesmo com as graves perdas de visitantes devido ao furacão Irma, que, segundo a entidade, levou a uma perda de 1,8 milhão de turistas e US$ 1,5 bilhão em gastos de turistas. O mês mais atingido foi setembro, com uma queda de 13,5% em relação ao crescimento previsto.

"Hoje, tenho orgulho de anunciar que a Flórida continuou nosso sucesso na quebra de recordes ao receber mais de 116 milhões de visitantes em 2017. Esta é uma ótima notícia para os 1,4 milhão de empregos que dependem da nossa crescente indústria do turismo", declarou o governador da Flórida, Rick Scott, durante anúncio dos números.

O total de aeronaves transitando nos 18 principais aeroportos do Estado também subiu, alcançando uma alta de 4,1% em relação a 2016 e transportando 87,2 milhões de passageiros.

Tratando apenas do último trimestre, a quantidade de diárias de hotéis vendidas foi 4,6% maior do que nos últimos três meses de 2016. No mesmo período a ocupação (+3,2%) e a tarifa média diária, o ADR (+2,6%) também apresentaram crescimento.

"Devido aos programas de Marketing do Visit Florida, especialmente após o furacão Irma, tivemos resultados de bilhões de dólares em receita para o estado", comentou o presidente e CEO da entidade responsável pela promoção turística do Estado, Ken Lawson. "Vamos continuar a divulgar o Estado da Flórida para todo o mundo."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA