DESTINOS

Emirados Árabes recebem metade das chegadas no Oriente Médio

Divulgação/ Ásia Total
Emirados Árabes Unidos representam 49% de todas as chegadas internacionais do Oriente Médio; na foto, Dubai
Emirados Árabes Unidos representam 49% de todas as chegadas internacionais do Oriente Médio; na foto, Dubai

Quase metade de todos os viajantes internacionais que vão para o Oriente Médio - ou viajam dentro da região - vão para os Emirados Árabes Unidos. De acordo com um estudo feito pela Forward Keys, de todas as chegadas entre janeiro e outubro de 2018, 49% foram para o país onde ficam as cidades de Abu Dhabi e Dubai.

O país árabe, que desde junho não cobra mais dos brasileiros vistos para entrada em seu território, cresceu 2% em chegadas entre janeiro e outubro na comparação ano a ano. O resultado é muito melhor do que o observado pelos vizinhos Arábia Saudita e Catar, segundo e terceiro lugar em chegadas internacionais no Oriente Médio - 25% e 6%, respectivamente.

Enquanto na Arábia Saudita o número de chegadas caiu 2% no período janeiro-outubro, a queda no Catar foi mais brusca, de 7%, muito por causa do embargo aéreo e diplomático que sofre dos países vizinhos desde 2017.

O Catar sofreu principalmente com a queda de 34,8% nas chegadas de outros países do Oriente Médio, perda compensada em parte com um crescimento de 8% nas chegadas dos demais países do globo.

Os demais países da região vão bem, como Líbano (+1%), Jordânia (+12%), Omã (+8%) e Kuwait (+15%).

CRESCIMENTO NO ORIENTE MÉDIO É INTERROMPIDO

Com a queda de Arábia Saudita e Catar, hoje grandes polos de Turismo da região, o Oriente Médio como um todo interrompeu seu crescimento. A redução do crescimento (apenas 1% no período janeiro-outubro) fica clara quando se compara com a alta observada no primeiro semestre deste ano, que era de 5%, segundo a Organização Mundial do Turismo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA