Ilhas do Caribe reabrirão aos visitantes no verão; confira detalhes

|

Divulgação
Aruba está entre as ilhas que estão se preparando para retomar o Turismo
Aruba está entre as ilhas que estão se preparando para retomar o Turismo
Nas próximas semanas, várias ilhas do Caribe planejam reabrir cautelosamente o Turismo internacional, juntando-se aos destinos que já foram reabertos ou que começaram as operações em fases no final de maio. A reabertura de fronteiras é acompanhada por novos e rigorosos protocolos e procedimentos de saúde pública, alguns dos quais exigem que os viajantes aéreos produzam prova de um resultado de teste negativo para covid-19 administrado dentro de 48 horas antes da viagem.

Os primeiros voos para o Caribe partirão dos Estados Unidos. A American Airlines confirmou que iniciou o serviço diário de Miami a Antígua em 4 de junho, seu primeiro destino internacional no Caribe desde que os aeroportos fecharam em meados de março. Durante a pandemia, a transportadora continuou voando para San Juan, St. Thomas e St. Croix, sob a jurisdição da FAA (órgão regulador americano), embora o serviço fosse limitado.

Em meados de junho, a American começará o serviço em Kingston e Montego Bay com outros destinos a seguir em breve. JetBlue, Southwest e Spirit devem anunciar horários de voos este mês, enquanto a Delta planeja retornar a várias rotas do Caribe em uma capacidade limitada.

O portal Travel Weekly listou os desenvolvimentos mais recentes em toda a região:

Antígua e Barbuda: O Aeroporto de Bird reabriu em 4 de junho e a American iniciou um voo diário de Miami no mesmo dia. Os passageiros que chegam devem preencher um formulário de declaração de saúde como parte do processo de triagem e apresentar a prova de um teste de vírus negativo realizado 48 horas antes do embarque. Máscaras faciais são necessárias em público.

Aruba: a reabertura de fronteira e aeroporto do país está programada entre 15 de junho e 1º de julho.

Bahamas: o país reabrirá suas fronteiras, aeroportos e portos marítimos em 1º de julho, de acordo com o Ministério de Turismo e Aviação das Bahamas. Protocolos abrangentes de saúde e segurança, parte de um novo Plano de Prontidão e Recuperação de Turismo, serão aplicados para mitigar os riscos para todos os visitantes e residentes, de acordo com a diretora geral, Joy Jibrilu.

Os hotéis serão reabertos em 15 de junho para que os funcionários retornem ao trabalho e implementem as medidas necessárias para a chegada dos hóspedes em 1 de julho, quando as companhias aéreas comerciais, internacionais e domésticas, deverão iniciar operações limitadas. Máscaras faciais serão necessárias em público, e as avaliações de temperatura serão realizadas diariamente.

Ilhas Cayman: As fronteiras, aeroportos e portos marítimos de Grand Cayman, Cayman Brac e Little Cayman estão fechados até 1º de setembro, de acordo com o ministro do Turismo Moses Kirkconnell.

República Dominicana: os aeroportos internacionais de todo o país estão fechados ao tráfego comercial até 1º de julho, de acordo com o Instituto Dominicano de Aviação Civil.

Granada: o governo está trabalhando em direção a 30 de junho como a data possível para a reabertura das fronteiras do país, de acordo com a CEO da Autoridade de Turismo de Granada, Patricia Maher.

Porto Rico: Todos os voos comerciais agora usam o Aeroporto Luis Munoz Marin em San Juan. A Guarda Nacional de Porto Rico está ajudando com exames de saúde aprimorados dos passageiros que chegam, incluindo o teste rápido para covid-19. Os passageiros que chegarem podem ser solicitados a ficar em quarentena por 14 dias, independentemente dos sintomas. Máscaras faciais são necessárias em público. Um toque de recolher a partir das 19h até às 5h da manhã está em vigor até 15 de junho.

Santa Lúcia: o Aeroporto de Hewanorra reabriu em 4 de junho na fase um do plano de reabertura do país, o que significa que as fronteiras agora estão abertas a todas as transportadoras internacionais e aos visitantes que transportam todos os passaportes. Os primeiros voos estão programados para serem retomados no início de julho, com o voo diário da American de Miami no dia 7 de julho. A Delta está lançando partidas no início de julho de Atlanta e a JetBlue de Nova Iorque (JFK).

Santa Lúcia exige a prova de um teste negativo para covid-19 antes da viagem; as verificações de temperatura são realizadas na chegada; os visitantes devem usar máscaras em público desde a chegada até a partida, inclusive durante a estadia no hotel.

St. Maarten: 1º de julho é a data em que St. Maarten pode reabrir seu aeroporto, de acordo com a ministra do Turismo, Lumila de Weever. A data provisória de reabertura depende se a ilha se mantiver estável sem novos casos da covid. A terceira fase do plano de reabertura entrou em vigor em 1º de junho e inclui bares, restaurantes com lugares limitados, salões de beleza, lojas de souvenirs e lojas de varejo. Todas as empresas restantes estão programadas para reabrir em 15 de junho.

Turks e Caicos: as fronteiras, o aeroporto de Providenciales e os terminais de jatos particulares serão reabertos em 22 de julho. O Grand Turk Cruise Center permanecerá fechado até 31 de agosto.

Ilhas Virgens Americanas: o território reabriu aos visitantes em 1º de junho.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA